Como os partidos de esquerda avaliam o governo Lula

Autores

  • Pedro Gustavo de Sousa Silva Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.5007/1806-5023.2016v13n1p19

Palavras-chave:

Governo Lula, Partidos de esquerda, Teses das esquerdas

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a dinâmica da relação entre os partidos políticos de esquerda e o governo Lula durante o primeiro mandato (2003-2006). Depois de vinte e dois anos de oposição no âmbito federal e três derrotas nas eleições presidenciais, o PT assumiu a condição de governo rodeado por um amplo leque de forças políticas de diversas matizes ideológicas. No decorrer da gestão, os partidos de esquerda se dividiram em dois blocos diante do governo Lula: 1) um deles apoiou a gestão, mesmo tendo conflitos com o governo; 2) o outro bloco das esquerdas assumiu a postura de oposição, acusando o governo de traidor. Apresento as duas teses, os agentes construtores delas e os elementos que as fundamentam.

Biografia do Autor

Pedro Gustavo de Sousa Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorando em Ciência Política na Universidade Federal de Pernambuco. Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (2011). Bacharel e Licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (2008).

Downloads

Publicado

2016-07-09

Edição

Seção

Artigos