Ubiquidade e crise pandêmica: o que há de novo no trabalho em educação?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1806-5023.2020v17n2p24

Palavras-chave:

Ubiquidade, Trabalho, Educação, Covid-19

Resumo

A crise pandêmica de 2020, ocasionada pela Covid-19, desencadeou uma série de mudanças às quais convencionou-se denominar de “novo normal”. A área da educação foi particularmente afetada, haja vista que foi uma das primeiras a terem suas atividades presenciais suspensas e reorganizadas para atividades remotas. Desde o início destas atividades, uma série de preocupações têm sido levantadas por entidades de classe, associações científicas e por intelectuais acerca das condições de trabalho em educação sob o novo normal instaurado pela crise pandêmica. Neste artigo, a partir de três estudos publicados sobre o trabalho docente durante a pandemia, procedemos um cotejamento entre os dados e a produção acadêmica nos estudos do trabalho, a fim de evidenciar o que há de novo no trabalho em educação e o que são continuidades de um segmento profissional que gradativamente vem sendo permeado por práticas ubíquas. Entre mudanças e permanências no trabalho em educação, propomos a mobilização do conceito de ubiquidade como categoria explicativa que permita captar as especificidades da docência nestes contextos.

Biografia do Autor

Rafael da Cunha Lara, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Educação. Pesquisador do Laboratório de Sociologia do Trabalho

Referências

ABILIO, Ludmila Costhek. Uberização: Do empreendedorismo para o autogerenciamento subordinado. Psicoperspectivas [online], v. 18, n. 3, p. 41-51, 2019. http://dx.doi.org/10.5027/psicoperspectivas-vol18-issue3-fulltext-1674.

ALFAGEME, Ana. Um mundo de ansiedade, medo e estresse. El País, Madri, 20 abr. 2020a.

ALFAGEME, Ana. O sonho do ‘home office’ vira pesadelo na pandemia. El País [on-line], 09 ago. 2020b. Disponível em: https://brasil.elpais.com/sociedade/2020-08-09/o-teletrabalho-nao-era-isto.html. Acesso em 10 ago. 2020.

ALVES, Giovani. Trabalho e subjetividade – o espírito do toyotismo na era do capitalismo manipulatório. São Paulo: Boitempo Editorial, 2011.

ANTUNES, Ricardo; BRAGA, Ruy (Orgs.). Infoproletários: degradação real do trabalho virtual. São Paulo: Boitempo, 2011.

ANTUNES, Ricardo. O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviços na era digital. São Paulo: Boitempo, 2018.

BBC. Com pandemia, entregadores de app têm mais trabalho, menos renda e maior risco à saúde. BBC Brasil, [on-line], 01 jul. 2020. Disponível em https://www.bbc.com/portuguese/brasil-53258465. Acesso em 01 jul. 2020.

BELSER, Patrick. COVID-19 destaca as desigualdades com crueldade e ameaça aprofundá-las, diz OIT. ONU Brasil, 01 abr. 2020. Disponível em: https://nacoesunidas.org/covid-19-destaca-as-desigualdades-com-crueldade-e-ameaca-aprofunda-las-diz-oit/. Acesso em 20 ago. 2020.

BRASIL, Ministério da Saúde. Primeiro caso de Covid-19 no Brasil permanece sendo o de 26 de fevereiro. Ministério da Saúde, Brasília, 17 jul. 2020. Disponível em: https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/47215-primeiro-caso-de-covid-19-no-brasil-permanece-sendo-o-de-26-de-fevereiro. Acesso em 26 ago. 2020.

CARLOTTO, Mary Sandra. Fatores de risco do tecnoestresse em trabalhadores que utilizam tecnologias de informação e comunicação. Estudos de Psicologia, n. 15, p. 319-324, 2010.

CNTE/GESTRADO. Trabalho docente em tempos de pandemia. Relatório técnico. Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação; Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente (GESTRADO/UFMG). 2020. Disponível em: https://anped.org.br/sites/default/files/images/cnte_relatorio_da_pesquisa_covid_gestrado_v02.pdf. Acesso em 30 jul. 2020.

CUNHA, Rafael; BIANCHETTI, Lucídio. Docência ubíqua. In: MILL, Daniel (Org.). Dicionário crítico de educação e tecnologias e de educação a distância. Campinas: Papirus, 2018. p. 178-181.

DAL ROSSO, Sadi. Mais Trabalho! A intensidade do labor na sociedade contemporânea. São Paulo: Boitempo, 2008.

DAL ROSSO, Sadi. O ardil da flexibilidade: os trabalhadores e a teoria do valor. São Paulo: Boitempo, 2017.

DELGADO, Gabriela Neves; CARVALHO, Bruna V. Breque dos Apps: direito de resistência na era digital. Le Monde Diplomatique Brasil, [on-line], 27 jul. 2020. Disponível em https://diplomatique.org.br/breque-dos-apps-direito-de-resistencia-na-era-digital/. Acesso em 20 ago. 2020.

FACHIN, Patrícia. A pandemia de Covid-19 aprofunda e apresenta as gritantes desigualdades sociais do Brasil. Entrevista especial com Tiaraju Pablo D’Andrea. IHU, São Leopoldo-RS, 2020. Disponível em: https://cutt.ly/bfsjLXB. Acesso em 20 ago. 2020.

FCC. Fundação Carlos Chagas. Educação escolar em tempos de pandemia. Informe n. 1. [on-line], abr. 2020. Disponível em: https://www.fcc.org.br/fcc/educacao-pesquisa/educacao-escolar-em-tempos-de-pandemia-informe-n-1. Acesso em 18 maio 2020.

GLUCKSMANN, Miriam. Tempo e espaço. In: SCOTT, John. (Org.). Sociologia: conceitos-chave. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

HAN, Byung-Chul. Sociedade do cansaço. Trad. Enio Paulo Giachini. Petrópolis: Vozes, 2015.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PNAD Covid-19. Disponível em: https://covid19.ibge.gov.br/. Acesso em 31 jul. 2020.

LARA, Rafael da Cunha; QUARTIERO, Elisa Maria; BIANCHETTI, Lucídio. Trabalho ubíquo na pós-graduação stricto sensu em educação: In/extensificação e multitarefa. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 24, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782019000100211&lng=en&nrm=iso. Acesso em 15 ago. 2020.

LARA, Rafael da Cunha. Trabalho ubíquo: repercussões no cotidiano de professores de pós-graduação. Associação Brasileira de Estudos do Trabalho, Rio de Janeiro, Anais do XV Encontro Nacional da ABET, 2017.

LARA, Rafael da Cunha. Transformações tecnológicas e a ubiquidade como problema sociológico: o que faz do trabalho ubíquo, ubíquo. Sociedade Brasileira de Sociologia, Florianópolis, Anais do 19º Congresso Brasileiro de Sociologia, 2019.

LARA, Rafael da Cunha. A docência universitária como trabalho ubíquo. Revista Plural, Florianópolis, p. 51-57, 2020.

LEPLAT, Jacques; CUNY, Xavier. Introdução à Psicologia do Trabalho. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1983.

LIMA, Bianca; GERBELLI, Luiz Guilherme. Piora econômica deve empurrar 3,8 milhões de domicílios para as classes D e E neste ano. G1/Globo News, [on-line], 25 ago. 2020. Disponível em: https://cutt.ly/RfdKn9y. Acesso em 25 ago. 2020.

LIMA, Jacob. C.; OLIVEIRA, Daniela. R. Trabalhadores digitais: as novas ocupações no trabalho informacional. Revista Sociedade e Estado, Brasília, v. 32, n. 1, p. 115-143, 2017.

MICK, Jacques; LIMA, Samuel P.; MEURER, Luísa T.; LARA, Rafael da Cunha. Nós, docentes da UFSC: Relatório da pesquisa “Perfil da docência na UFSC (2019)”. Florianópolis: APUFSC, 2020.

NOVA ESCOLA. A situação dos professores no Brasil durante a pandemia. Coord. Laís Semis. Nova Escola, [on-line], abr. 2020. Disponível em: https://www.andes.org.br/diretorios/files/renata/junho/ne-pesquisa-professor-final-1.pdf. Acesso em 18 maio 2020.

OLIVEIRA, Joana. Em meio à rotina de aulas remotas, professores relatam ansiedade e sobrecarga de trabalho. El País [online], São Paulo, 21 maio 2020.

RAMÍREZ, Noelia. “Trabalho de madrugada porque não dou conta de tudo em casa”, a nova normalidade massacra as mulheres. El País [on-line], 28 maio 2020. Disponível em: https://cutt.ly/afhZOsF. Acesso em 20 ago. 2020.

ROSENFIELD, Cinara. Autonomia no trabalho informacional: liberdade ou controle? In: PICCININI, V. et al (Orgs.). O mosaico do trabalho na sociedade contemporânea. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2006.

SÁNCHEZ, Nacho. Três fobias sociais que aumentarão depois do confinamento (e quando é normal ter medo). El País [on-line], 18 maio 2020. Disponível em: https://cutt.ly/CfsjVcB. Acesso em 20 ago. 2020.

SANTAELLA, Lúcia. Comunicação ubíqua: repercussões na cultura e na educação. São Paulo: Paulus, 2013.

SANTOS, João Vitor; FACHIN, Patrícia. “É preciso que o recurso de 600 reais chegue hoje”. Entrevista especial com Sonia Fleury. IHU, São Leopoldo-RS, 02 abr. 2020. Disponível em: https://cutt.ly/efsj4Jj. Acesso em 20 ago. 2020.

SENNETT, Richard. A cultura no novo capitalismo. Trad. Clovis Marques. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2006.

SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: o desaparecimento das virtudes com o novo capitalismo. Rio de Janeiro: Edições BestBolso, 2012.

SOUZA, Felipe; MACHADO, Leandro. Coronavírus: entregadores de aplicativo trabalham mais e ganham menos na pandemia, diz pesquisa. BBC News, São Paulo, 07 maio 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-52564246. Acesso em 20 maio 2020.

Downloads

Publicado

2020-09-23