Pensamento político brasileiro: o vigor de um campo de pesquisa

Vera Alves Cepêda, Josnei Di Carlo

Resumo


Por causa dos artigos recebidos para o Dossiê Pensamento Político Brasileiro, publicado em duas partes, nas edições da Em Tese de 2017, podemos inferir tanto o vigor constante das pesquisas presentes nesse campo de estudo quanto o interesse despertado por ele nas novas gerações de pesquisadores. A longevidade das pesquisas sobre o pensamento político brasileiro (PPB), que antecede a própria institucionalização da Ciência Política no Brasil, demostra o potencial investigativo desse campo - quando se reposiciona a compreensão de uma determinada tese ou se modifica a explicação das condições históricas de sua origem. Tomando o Dossiê Pensamento Político Brasileiro da Em Tese como uma amostra desse campo de estudo, podemos refletir sobre o estado da arte e da produção intelectual do PPB. Através dos temas dos 16 artigos desse dossiê e do IES de seus autores, podemos refletir sobre os grupos de estudo do PPB e ao avançarmos com a análise das referências bibliográficas usadas neles para questões teóricas e metodológicas desse campo.

Palavras-chave


Pensamento Político Brasileiro; Mannheim; Lukács; Gramsci; Teoria e Método

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2017 Em Tese

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista editada por discentes do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.