A televisão contribuindo para a história das doenças

Autores

  • Germana Barata Labjor-UNICAMP

Resumo

Este trabalho analisa como a Aids foi divulgada pelo programa "Fantástico", da Rede Globo de televisão, entre 1983 e 1992. A televisão desempenhou papel chave ao apresentar a doença ao público, muito antes que os governos, profissionais da saúde, e pesquisadores, tivessem respostas seguras sobre a doença. Foram analisados 26 programas. A Aids encontrou espaço reservado no "Fantástico", que priorizou seus aspectos trágicos, misteriosos, desconhecidos, fatais e anormais, em um primeiro momento, e de esperança, denúncia e alerta, para não tornar-se mais amena e informativa, sem deixar de tocar a emoção do telespectador. Essa estratégia gerou distanciamento entre público e informação.

Downloads

Publicado

2007-10-23

Edição

Seção

Dossiê