Sobre a Revista

Foco e Escopo

Esboços: histórias em contextos globais tem como principal objetivo contribuir para o debate em torno da História Global. Nesse sentido, a revista publica artigos, entrevistas e resenhas, em português, inglês e espanhol, que fomentem a reflexão em torno das abordagens transculturais, das múltiplas integrações, das histórias conectadas, transnacionais, comparadas, marítimas, do sistema mundo, dos processos em micro e macro escala, entre outros enfoques próprios da História Global. A revista Esboços é uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Catarina.

Processo de Avaliação Editorial e pelos Pares de Manuscritos

É política da revista Esboços: histórias em contextos globais fazer avaliação “duplo-cega”, na qual nem o nome do autor é revelado ao parecerista, nem o nome do parecerista é revelado ao autor. Todas as submissões recebidas passam pela análise prévia do Editor Chefe e um membro do Conselho Executivo. Os artigos que passarem nessa primeira etapa da avaliação serão encaminhados para, pelo menos, dois revisores anônimos. Caso não haja concordância entre os pareceres, será providenciado um terceiro parecer. As submissões são avaliadas por meio de formulários próprios, arquivados no Repositório Institucional da UFSC. As resenhas de livro e as entrevistas são avaliadas por um parecerista qualificado para assegurar a importância e a qualidade da submissão. A qualidade e a relevância da tradução de artigo para o português serão avaliadas por um dos Editores Executivos. Normalmente, todo o processo de revisão leva de 1 a 4 meses. O Editor designado para acompanhar a submissão é responsável pela decisão final em relação à aceitação ou rejeição. Um autor pode apelar a decisão de um editor de rejeitar um manuscrito para publicação através do Conselho Executivo.

1. Avaliação do Editor Chefe e do Editor Executivo

Toda submissão é revisada pelo Editor-Chefe em termos de adequação as diretrizes da revista. Se o manuscrito não atende aos requisitos de submissão, ele será devolvido ao autor para correção e reenvio. Se o manuscrito atende aos requisitos de submissão, o Editor Chefe o enviará para o Editor de seção. Manuscritos que não atinjam o mínimo de qualidade e originalidade ou que não se ajustem ao foco e escopo da revista serão rejeitados pelo editor designado sem serem enviados aos pareceristas.

2. Avaliação externa

Se o artigo tiver qualidade suficiente para avaliação, o editor designado atribuirá a avaliação do manuscrito a dois ou três pareceristas para revisão por pares a cega. Resenhas de livro ou entrevistas que passam pela avaliação editorial inicial são tipicamente enviadas para um parecerista. Nas três edições de 2020, a porcentagem de participação de avaliadores externos à instituição editora foi de 95,7%.

Quando apropriado, um dos dois pareceristas será um membro do Conselho Consultivo. Os revisores têm quatro semanas para apresentar uma avaliação sobre o manuscrito e fornecer recomendações para o editor aceitar, rejeitar ou solicitar alterações. Os avaliadores são convidados a fornecer uma avaliação construtiva sobre os pontos fortes e fracos do manuscrito e sugestões para melhorias adicionais. Caso não haja concordância entre os pareceres, será providenciado um terceiro parecer.

Depois que os pareceres são enviados, o editor pondera as avaliações recebidas e decide se aceita, rejeita ou solicita revisões. Em 2020, a taxa de rejeição de artigos foi de 54%. Para os autores convidados a revisar e reenviar seus manuscritos, o Editor fornece comentários sobre como melhorar o manuscrito com base nos pareceres dos avaliadores, bem como em suas próprias observações. Os autores normalmente recebem de um a dois meses a partir da data da primeira decisão editorial para preparar a revisão do manuscrito.

3. Avaliação do Editor responsável

O manuscrito que foi revisado e reenviado pelo autor será avaliado pelo editor responsável. O Editor designado revisará o manuscrito reformulado tendo como base os pareceres dos avaliadores e o arquivo originalmente submetido. O Editor designado avaliará a qualidade geral do manuscrito revisado e capacidade do autor de abordar as questões levantadas pelos pareceristas. A decisão de aceitar ou rejeitar um manuscrito para publicação é de responsabilidade do editor, não do revisor. O manuscrito aceito passará ao estágio de publicação. O Editor Chefe se comunicará com o autor e ajudará na preparação para publicação.

4. Prazo para publicação

O período entre o recebimento do manuscrito final, contendo todas as modificações exigidas para aceitação, e a publicação é estimado entre uma ou duas edições (ou seja, de quatro a oito meses).

Recurso de uma rejeição

O autor pode recorrer da decisão do editor de rejeitar um manuscrito para publicação através do Conselho Executivo da revista. Para recorrer de uma rejeição, o autor deve enviar os seguintes itens:

  • Uma carta que explica por que o autor escolheu recorrer da rejeição. A carta deve abordar as razões específicas fornecidas pelo editor para a rejeição.
  • E-mail de rejeição do editor.
  • Comentários dos pareceristas.
  • Qualquer correspondência adicional.

Esses itens devem ser enviados como anexos de e-mail para o Editor Chefe em até quinze dias após o autor ter recebido o comunicado sobre a rejeição.

O Conselho Executivo reúne comentários sobre os documentos enviados por outros membros do Conselho Editorial e decide sonbre o recurso. Por escrito, o Conselho Executivo informa o autor, o editor e outros membros do conselho sobre a sua decisão. A decisão do Conselho Executivo é final. O processo de apelação leva aproximadamente 3 meses a partir da data em que a diretoria executiva recebe os materiais da apelação.

Propostas de dossiês temáticos

Todos os anos, a Esboços: histórias em contextos globais convida pesquisadores a apresentarem propostas de dossiê temático. Organizadores que desejarem submeter um dossiê temático devem enviar a proposta para os Editores da Seção. Por favor, verifique nas Notícias os prazos para o envio de propostas.

O que é um dossiê?

Dossiês temáticos reúnem uma série de contribuições sobre um determinado tema e permitem um tratamento mais aprofundado de um tópico do que normalmente é possível em uma única edição de um periódico.

Tipicamente, um dossiê abrange de 5 a 8 artigos originais e inéditos, antepostos por uma apresentação escrita pelos organizadores, que fornece uma análise que dialoga com as pesquisas atuais ou históricas do campo e permite uma visão geral dos artigos aceitos para publicação. Se mais artigos forem aceitos do que aqueles que podem ser publicados em um dossiê, eles farão parte das posteriores edições regulares da revista.

Preparando uma proposta de dossiê

A proposta deve conter as seguintes informações:

  • Nome dos organizadores do dossiê e suas afiliações institucionais (dois ou três pesquisadores, com no mínimo um vinculado a instituição de pesquisa não brasileira);
  • Título curto e sintético do dossiê, que não ultrapasse 10 palavras, em português ou espanhol e inglês;
  • Apresentação da proposta e breve justificativa, em inglês e português ou espanhol, ressaltando a importância e contribuição do dossiê para o campo dos estudos globais;
  • Lista com o título dos possíveis artigos, minímo de 4, nomes dos pesquisadores convidados, com indicação de comprometimento para a escrita do artigo, suas afiliações institucionais e resumos das contribuições de cada pesquisador convidado.
  • Detalhes sobre a origem da proposta, por exemplo, se derivada de um workshop, uma conferência, um projeto de pesquisa, etc.

Esboços: histórias em contextos globais incentiva fortemente a apresentação de propostas de dossiês com equilíbrio entre os colaboradores do sexo feminino e masculino. Na medida do possível, os organizadores também devem priorizar a diversidade regional dos pesquisadores brasileiros convidados.

Artigos inéditos e originais podem ser submetidos em português, inglês e espanhol, contudo, tem-se a expectativa que parte significativa do dossiê seja disponibilizada em língua inglesa. Dessa forma, os organizadores são altamente encorajados a buscar meios para traduzir para o inglês os artigos em espanhol e português.

O Conselho Executivo considerará o conjunto de propostas de dossiês temáticos recebidos até o prazo estabelecido. A seleção das propostas será realizada pelos editores executivos da revista tendo em vista a originalidade do tema e a pertinência da proposta para as discussões em História Global.

Os organizadores de dossiê receberão um cronograma do número após a aceitação de sua proposta pelo Conselho Executivo.

As responsabilidades dos organizadores

Os organizadores do dossiê são responsáveis por redigir a chamada do dossiê, convidar autores, ajudá-los na submissão dos artigos no sistema da revista, sugerir pareceristas para avaliação e escrever a apresentação do dossiê. Os organizadores não receberão qualquer compensação monetária pelo trabalho associado à publicação do dossiê.

É de responsabilidade dos organizadores entregar os artigos encomendados à revista dentro do cronograma acordado. Os organizadores também devem garantir que os autores cumpram os prazos de envio e revisão do manuscrito. Isso é importante para evitar atrasos causados por submissões tardias ou redução do tamanho do dossiê devido à falta de artigos. Todo o processo, desde a data de recebimento dos artigos até a data de aceitação do último manuscrito pelos Editores do periódico, não deve levar mais do que dois meses.

Avaliação dos artigos em dossiê

É de responsabilidade dos Editores da Seção Dossiê e não dos organizadores decidir sobre a aceitação (ou não) das submissões, seja pré ou pós-revisão, bem como comunicar as decisões editoriais aos autores. Os Editores da Seção Dossiê também são responsáveis por gerenciar o processo de revisão por pares, embora os organizadores sejam convidados para recomendar avaliadores em potencial. Os Editores da Seção Dossiê não são obrigados a aceitar qualquer manuscrito, mesmo de autores convidados, e não devem ter receio de rejeitar qualquer submissão que esteja abaixo dos padrões editoriais da Esboços. Por fim, é importante observar que os organizadores não terão acesso automático aos pareceres.

O processo de avaliação duplo cego por pares para artigos em dossiê é idêntico ao das submissões regulares da revista. Ao enviar seu artigo, lembre-se de selecionar a seção correta.

Periodicidade

Periodicidade anterior: semestral (1994–2018)

Periodicidade atual: quadrimestral (2019-)

Os números referentes aos meses de janeiro a abril são publicados em janeiro. Os números referentes aos meses de maio a agosto são publicados em maio. Os números referentes aos meses de setembro a dezembro são publicados em setembro.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. Aos autores não é cobrada nenhuma taxa de avaliação ou qualquer outra taxa de publicação.

Conduta ética

Editores

A prática editorial e a relação do editor com autores e avaliadores estão amparadas no Código de conduta para editores, do Committee on Publication Ethics (COPE). Toda decisão editorial se fundamenta na relevância, originalidade, clareza e validade do estudo para atendimento do escopo da revista.

Avaliadores

A avaliação se baseia no mérito do trabalho, não influenciada, positiva ou negativamente, por motivos pessoais, financeiros ou preconceitos intelectuais. As submissões e os detalhes das revisões são mantidos sob confidencialidade. O avaliador deve se certificar de qualquer potencial conflito de interesse na revisão da submissão. Ao se deparar com alguma irregularidade, o editor é comunicado, como por exemplo: identificação de plágio; fabricação, falsificação dos resultados; publicação redundante.

Autores

Em consonância com as diretrizes de vários órgãos da área de História, a revista Esboços: histórias em contextos globais considera não haver coautoria de orientadores em trabalhos resultantes da pesquisa de seus orientandos.

A indicação de autoria em um trabalho científico se deve apenas àqueles que:

  • contribuem intelectual, direta e substancialmente na concepção da pesquisa/artigo (aquisição, análise ou interpretação dos dados do estudo);
  • participam na construção das versões preliminares ou revisão crítica do conteúdo do artigo;
  • aprovam a versão final do artigo a ser publicado;
  • responsabilizam-se pela autoria, a fim de garantir exatidão e integridade do artigo.

Colaboradores que não atendam aos critérios de autoria devem ser citados nos agradecimentos.

Todos os autores devem ser indicados no formulário on-line da submissão e nas Notas de Autor. Caso haja alguma dúvida em relação à autoria, os editores reservam-se o direito de solicitar maiores informações a todos os envolvidos na submissão. Nenhuma alteração de autoria é permitida após a aceitação do manuscrito.

Os autores devem apresentar a declaração de existência do conflito de interesse quando for o caso.

Retratação e manifestação de preocupação

O editor tem o dever de agir na suspeita ou alegação de má conduta identificada. Esta investigação se estende tanto às submissões quanto aos artigos publicados. Este periódico tem como instrumento os fluxogramas COPE para apurar fatos e determinar as ações necessárias na resolução dos casos. Também adota os procedimentos de registro de retratação e manifestação de preocupação do Scielo, que têm como base orientações de comitês internacionais especializados na ética em pesquisa.

Política de antiplágio

O plágio é a conduta antiética de copiar idéias, processos, resultados ou palavras de outra pessoa sem o reconhecimento explícito da autoria e da fonte original. O autoplágio ocorre quando um autor utiliza parte significativa de trabalho de sua autoria previamente publicado sem usar referências apropriadas. Os autores devem garantir o ineditismo de suas contribuições e a correta citação de proposições que não sejam suas.

Todas as submissões recebidas para avaliação na revista Esboços: histórias em contextos globais passam por identificação de plágio e autoplágio através do iThenticate, um serviço de detecção de plágio virtual. Plágios identificados em manuscritos durante o processo de avaliação acarretarão no arquivamento da submissão. No caso de identificação de plágio em um manuscrito publicado na revista, o Editor Chefe conduzirá uma investigação preliminar e, caso necessário, fará a retratação.

Estatísticas

Estatísticas de citação

Verifique quais são os artigos mais citados publicados na Esboços: histórias em contextos globais no Google Acadêmico - Clique aqui 

Estatísticas de acesso

Acesse as estatísticas de acesso e visualizações da esboços através do Awstats (dados de julho de 2008 a junho de 2017) - Clique aqui

Acesse as estatísticas da esboços através do Metabase (Counter e Google Analytics) a partir do ano de 2017 - Clique aqui

Mídias sociais

Esboços: histórias em contextos globais está comprometida em aumentar a visibilidade do conteúdo publicado em suas edições por meio de sua página no FacebookInstagram e Twitter e de seu canal Podcast da Esboços. Para a página no Facebook, Instagram e Twitter, a equipe editorial realiza um pequeno texto de divulgação de todos os artigos, resenhas e entrevistas de cada edição em nossa conta na mídia social e também compartilha as chamadas de artigos, entre outras práticas editoriais. O canal Podcast da Esboços busca complementar os artigos publicados na revista através de entrevistas com os autores, que exploram temáticas centrais e transversais aos seus artigos e contam um pouco dos bastidores de suas pesquisas. 

Taxas para submissão e publicação

Esboços: histórias em contextos globais não cobra taxa de submissão e de processamento de artigo (APC).

Sponsors

Agradecemos ao Programa de Pós-Graduação em História da UFSC pelo contínuo apoio e o fomento. 

Histórico do periódico

Esboços, publicação do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), foi fundada em 1994 enquanto uma revista voltada para o debate dos resultados das pesquisas dos discentes de seu PPGH. Com o sucesso da proposta editorial, aos poucos a revista foi aceitando contribuições de pesquisadores nacionais e internacionais e passou a ser gerida pelos docentes do PPGH. Seguindo a tendência mundial dos periódicos científicos, desde 2009 a revista Esboços passou a ser publicada apenas em formato eletrônico, na plataforma OJS/SEER, e acolhida no Portal de Periódicos da BU/UFSC. Nessa época, todo o acervo da revista foi digitalizado e disponibilizado em seu site em acesso livre para leitura e download. A partir de 2019, a revista tornou-se quadrimestral e mudou seu foco e escopo para História Global, acompanhando a mudança na área de concentração do PPGH. Desde então adotou novo subtítulo e passou a se chamar Esboços: histórias em contextos globais.