Abono de Natal: Gorjeta, prêmio ou direito? Trabalhadores têxteis e a Justiça do Trabalho

Larissa Rosa Corrêa

Resumo


O objetivo deste artigo é abordar a questão do abono de Natal, mostrando a luta dos trabalhadores têxteis para conquistar o direito à gratificação e, após legalizado o benefício, analisar a reação dos empregados e empregadores em relação a sua aplicação. Dois processos trabalhistas permitem essa análise: o primeiro, refere-se à fábrica Linhas Corrente, instalada na cidade de São Paulo; o segundo, trata da empresa Carioba, localizada na cidade de Americana e dirigida pelo grupo J.J. Abdalla.

Palavras-chave


Direito; Justiça do Trabalho; Trabalhadores Têxteis; abono de Natal

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Larissa Rosa Corrêa

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil