A política internacional de JK e suas relações perigosas com o Colonialismo português

Waldir José Rampinelli

Resumo


O artigo analisa o apoio político dado por Juscelino Kubitschek à manutenção do colonialismo português. O Brasil defendeu, na Quarta Comissão da ONU, a tese de que Portugal não dispunha de colônias, mas sim de províncias ultramarinas. Diante deste quadro, o artigo aponta as razões que levaram JK a dar suporte político ao império colonial lusitano.


Palavras-chave


Juscelino Kubitschek; Política Internacional; Colonialismo; Portugal; Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2008v15n20p275

Direitos autorais 2019 Waldir José Rampinelli

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil