Palacianos e aulicismo no Segundo Reinado – a facção áulica de Aureliano Coutinho e os bastidores da corte de D. Pedro II

Autores

  • Julio Bentivoglio Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2010v17n23p187

Palavras-chave:

História Política, Brasil Império, Palacianos, Facção Áulica, Corte

Resumo

Discute-se aqui o significado do aulicismo e a presença da nobreza palaciana na vida política imperial brasileira entre 1831 e 1848. Destaque para a chamada facção áulica de Aureliano Coutinho. São apontadas algumas características do grupo, sua inserção nos gabinetes e sua presença marcante governo e na política imperial oitocentista.

Biografia do Autor

Julio Bentivoglio, Universidade Federal do Espírito Santo

Departamento de História Programa de Pós-Graduação em História Social das Relações Políticas

Downloads

Publicado

2010-06-28

Edição

Seção

Artigo