Identidade e formação nacional: uma análise a partir dos estudos sobre a formação da nação uruguaia

Autores

  • Carlos José Naujorks Universidade de Santa Cruz do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2010v17n24p113

Palavras-chave:

Identidade, Nacionalismo, Historiografia do Uruguai

Resumo

Nas últimas décadas, os estudos sobre nação e nacionalismo têm acentuado os elementos históricos e subjetivos presentes no fenômeno, constituindo uma produção teórica extensa, coerente e articulada, formando um amplo modelo de análise. Nesse conjunto teórico, a categoria identidade tem aparecido como uma categoria de análise recorrente. A nação e o nacionalismo têm sido entendidos como um conjunto de sentimentos e significados coletivos, social e historicamente produzidos, sendo a identidade o que produz unidade e coerência a esses sentimentos. Nesse contexto, este trabalho tem como objetivo analisar a presença da categoria identidade nos estudos sobre formação nacional. Toma-se como objeto produções contemporâneas de historiadores que têm analisado o processo de formação da nação uruguaia. Além de evidenciar a presença da categoria identidade, pretende-se revelar os aspectos particulares e relevantes do conceito nesses trabalhos.

Biografia do Autor

Carlos José Naujorks, Universidade de Santa Cruz do Sul

Psicólogo, professor do Departamento de Psicologia da Universidade de Santa Cruz do Sul, mestre em sociologia política (UFSC), doutorando em sociologia (UFRGS).

Downloads

Publicado

2010-12-17