Realidade sintética: história, patrimônio e memória na artesania de uma identidade urbana

Autores

  • João Batista Bitencourt Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2011v18n26p91

Palavras-chave:

História, Patrimônio, Identidade

Resumo

O presente artigo busca analisar o discurso oficial de cidade histórica empregado ao município de Laguna, Santa Catarina. Apresenta e discute elementos utilizados para compor esta imagem para a cidade, promovendo um exercício de estranhamento à identidade que transforma sua história em mercadoria para o turismo.

Biografia do Autor

João Batista Bitencourt, Universidade Federal do Maranhão

Professor do Curso e Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Maranhão

Downloads

Publicado

2011-12-02