Heranças materiais de uma guerra: os cemitérios do Contestado, Sul do Brasil

Autores

  • Jaisson Teixeira Lino Professor da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS - campus de Chapecó/SC.

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2012v19n28p13

Palavras-chave:

Guerra do Contestado, Cemitérios históricos, Arqueologia da morte

Resumo

O artigo tem por objetivo expor alguns aspectos sobre a formação de cemitérios na região do Contestado, localizada na região do planalto sul brasileiro, onde ocorreu um conflito de grandes dimensões conhecido como Guerra do Contestado, entre 1912 e 1916, culminando com a morte de milhares de pessoas.

Biografia do Autor

Jaisson Teixeira Lino, Professor da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS - campus de Chapecó/SC.

Professor dos cursos de História e Ciências Sociais da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus de Chapecó/SC e doutor em Quaternário: Materiais e Culturas pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), de Portugal.

Downloads

Publicado

2012-12-05