O debate sobre trabalho escravo, abolicionismo e trabalho livre no Sul de Minas (décadas de 1870-1880)

Autores

  • Marcos Lobato Martins Universidade Federal de Alfenas

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2012v19n28p208

Palavras-chave:

Trabalho escravo, Trabalho livre, Imigração, Imprensa, Sul de Minas

Resumo

Este trabalho analisa os debates na imprensa do Sul de Minas sobre trabalho escravo, abolicionismo e trabalho livre, ocorridos nas décadas de 1870 e 1880. Privilegiam-se periódicos que circularam nos centros urbanos mais destacados da região – Campanha, Pouso Alegre e Itajubá –, de diferentes orientações político-ideológicas. A intenção é examinar as visões do problema da escravidão presentes na região e as propostas que os periódicos locais delinearam para sua solução, apontando as semelhanças e diferenças entre elas e os encaminhamentos tomados na vizinha província de São Paulo.

Biografia do Autor

Marcos Lobato Martins, Universidade Federal de Alfenas

Doutor em História Econômica pela USP. Professor adjunto do Instituto de Ciências Humanas e Letras da Universidade Federal de Alfenas.

Downloads

Publicado

2012-12-05