Acervos acadêmicos de pesquisa: possibilidades e desafios

Autores

  • Ana Maria Veiga Professora substituta no Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2014v21n31p68

Palavras-chave:

Acervos acadêmicos, Pesquisa, Digitalização, Publicação, História

Resumo

Este artigo explora as possibilidades e desafios para os acervos acadêmicos de pesquisa - conjuntos de documentos acumulados e produzidos por grupos e núcleos de pesquisa dentro das universidades ao longo do desenvolvimento de suas próprias investigações -, tratando dos aspectos de sua constituição, seus problemas técnicos, e também das possibilidades inerentes de preservação e divulgação do material coletado e produzido dentro desses núcleos, em contexto universitário, privilegiando aqui o campo da História. Partindo das questões sobre o armazenamento físico desse material, passando por sua digitalização e chegando aos desafios atuais da disponibilização virtual, buscaremos refletir sobre a função social de tais acervos, dentro e fora da academia, tendo como meta a preocupação de, com eles, abrir um caminho de acesso entre os núcleos de pesquisa, a produção que deles deriva e a sociedade - representada pelas pessoas que possam se interessar por uma vasta gama de informações, que promove pesquisas e torna viável o ensino e a escrita da História.

Biografia do Autor

Ana Maria Veiga, Professora substituta no Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Ana Maria Veiga é doutora em História pela Universidade Federal de Santa Catarina, com pesquisa na área História e Cinema e estágio doutoral na École des Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris. Trabalha com os temas Cinema, Teoria Audiovisual, Imagem, Cultura visual, Gênero e História do Brasil (considerando sua inserção na América Latina). Fez licenciatura, bacharelado e mestrado em História. Tem experiência profissional em edição e produção audiovisual, tendo atuado como editora de imagens e produtora de programas de televisão. Recebeu o 1º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, em 2006. É autora de diversos artigos e capítulos de livros e uma das organizadoras do livro Resistências, Gênero e Feminismos contra as ditaduras do Cone Sul, publicado em 2011. Atualmente é professora substituta do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina, ministrando as disciplinas Introdução aos Estudos Históricos, Teoria da História I, História e Imagem, História do Brasil Contemporâneo, entre outras.

Downloads

Publicado

2014-06-30