A espionagem Aliada no Brasil durante a segunda guerra mundial: Cotidiano e política em Belém na visão da inteligência militar norte-americana

Alexandre Fortes

Resumo


O trabalho da inteligência aliada no Brasil durante a Segunda Guerra Mundial produziu documentos altamente relevantes, que há várias décadas vêm sendo utilizados pelos historiadores dedicados à análise do período. A montagem e funcionamento das redes de espionagem estabelecidas pelas diversas agências, entretanto, ainda não foi objeto de um estudo sistemático. O presente artigo, resultante de uma pesquisa mais ampla sobre os impactos sociais e políticos da Segunda Guerra Mundial no Brasil, busca contribuir nesse sentido a partir da análise de um relatório minucioso escrito por dois agentes da inteligência militar norte-americana que atuaram em Belém entre maio e novembro de 1942.


Palavras-chave


Segunda Guerra Mundial; Bases aéreas; Inteligência aliada; Belém; Afundamento de navios brasileiros; Nacionalismo de Massas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2015v22n34p81

Direitos autorais 2019 Alexandre Fortes

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil