Gênero e sexualidades desbaratadas em dois Concílios Altomedievais: um primeiro ensaio de leitura histórica comparada (Braga II e Toleto IV)

Autores

  • Marcelo Pereira Lima UFBA

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2016v23n35p25

Resumo

Neste ensaio, pretende-se discutir os discursos normativos sobre as relações conjugais e as sexualidades de clérigos e leigos em dois concílios da Alta Idade Média, Braga II e Toledo IV. Dividiu-se o texto em duas seções. Na primeira, far-se-á breves considerações sobre algumas implicações teóricas sobre o método comparativo, articulando-o à proposição de uma espécie de História Institucional de Gênero. Já a segunda procurará aplicar a comparação à questão dos concílios de forma ensaística, visando muito mais apresentar problemas e indagações do que dar respostas definitivas sobre certas modalidades de comparação histórica. Nesta parte, lanço atenção especial às lógicas de criminalização penitencial ou não das sexualidades e do casamento do ponto de vista histórico comparado, tentando conectar a regulação desses elementos às formas de organização sócio-institucional, jurídico-canônica, cultural e política.

Biografia do Autor

Marcelo Pereira Lima, UFBA

Pós-doutor pela Universidade de Salamanca (2015), Doutor em História pelo PPGH da Universidade Federal Fluminense (2010). Atualmente é professor do Programa de Pós-Graduação em História da UFBA (Universidade Federal da Bahia). Tem experiência na área de História, com ênfase na História Sociocultural das Instituições Medievais, sobretudo na História da Igreja e do Papado, da Realeza Medieval e da História do Direito Medieval. Além disso, dedica-se à pesquisa sobre os Estudos de Gênero e seus fundamentos teóricos, metodológicos e epistemológicos, investigando, portanto, os seguintes temas: Teoria e Metodologia da História, Idade Média, Direito Medieval, Reforma Papal,
Realeza Castelhano-Leonesa, Relações de Poder, Corpo, Parentesco e Gênero.

Downloads

Publicado

2016-09-16