Religiosidade e devoção: caminhos para pensar a cidade

Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, Luciane Ribeiro Dias Gonçalves

Resumo


A festa em louvor a Nossa Senhora do Rosário, na cidade de Catalão, localizada na região sudeste do estado de Goiás, é o espaço para a materialização de muitas vozes que contam e recontam muitas histórias  dentre elas a da religiosidade e da devoção a uma santa católica. Experimentar a festa, compreender seus sentidos, seu ritmo e o que ela  transmite à vida de seus praticantes e a própria cidade não é uma tarefa fácil, pois as experiências concretas da vida dos sujeitos são transformadas, dia a dia, interligando em um tempo fluido, vida, fé, devoção e interesses diversos.  O objetivo deste artigo é entender como a história desta devoção se conecta com a história da cidade, percebendo como o culto a Virgem do Rosário e a narrativa que dá sentido às histórias que evidenciam alguns sujeitos como os responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento da cidade e da própria comemoração.


Palavras-chave


Festividades; religiosidade; cidade

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, M. Cultura Popular: um conceito e várias histórias. In: ABREU, M.; SHOIET, R. (orgs). Ensino de História: conceitos, temáticas e metodologia. Rio de Janeiro: Faperj/ Casa da Palavra, 2003.

AMADO, J.; FERREIRA, M. de M. Usos e abusos da história oral. 3.ed., Rio de Janeiro: FGV, 2000.

BASTIDE, R. As Religiões Africanas no Brasil. 3 ed. , São Paulo: Pioneira.,1989.

BOLLE, W. Fisiognomia da metrópole moderna: Representação da História em Walter Benjamin. São Paulo: Edusp, 2000.

BRANDÃO, C. R. A Festa do Santo Preto. Goiânia: UFGO, 1985.

CASCUDO, C. Dicionário do Folclore Brasileiro. São Paulo: Ediouro, Coleção Terra Brasilis, 2000.

CATALÃO, Goiás. Lei nº. 46 de 03 de outubro de 1973.

CERTEAU, M. de. A Invenção do cotidiano – Artes do Fazer. Tomo 1 e 2, 6 ed., Petrópolis: Vozes, 2001.

COSTA, C. B. da. Memórias Compartilhadas: contadores de história. COSTA, C. B. da. Contar história, fazer História – história, cultura e memória. Brasília: Paralelo 15, 2001.

FLORES, M. B. R. Carrosséis urbanos: da racionalidade moderna ao pluralismo temático (ou territorialidades contemporâneas). In: REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA, vol. 27, n° 53, São Paulo: ANPUH, 2007.

GAETA, Maria Aparecida Junqueira Veiga. A Cultura clerical e a folia popular. Revista Brasileira de História., São Paulo, v. 17, n. 34, 1997. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php. Acesso: 13 outubro de 2007.

LIMA, V. B. de. Os Caminhos da Urbanização/Mineração em Goiás: O Estudo de Catalão (1970-2000). 2003. Dissertação (Mestrado em Geografia) Universidade Federal de Uberlândia, 2003.

MORAES FILHO, M. Festas e Tradições Populares do Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia/ São Paulo: USP, 1987.

PEREIRA, E. de A. Rosário de muitas fés . In: Revista de Filosofia e Teologia do Instituto Arquidiocesano Santo Antonio. Vol. 04, nº. 16, 1998.

PESAVENTO, S. J. Sensibilidades no tempo, tempo das sensibilidades. In: Nuevo Mundo, Mundos Nuevos, n° 4, 2004, disponível em www.ehess.fr/cerma/Revue. Acesso dia 20 de novembro de 2007.

PRIORI, M. Del. Festas e Utopias no Brasil Colonial. São Paulo: Brasiliense, 1994.

RAMOS, C. Catalão de ontem e de hoje (curiosos fragmentos de nossa História). Catalão: Distribuidora Kalil, 1984.

RAMOS, C. Catalão: Poesias, lendas, histórias. Goiânia: Líder, 1978.

REZENDE, A. P. As seduções do efêmero e a construção da história: as múltiplas estações da solidão e os círculos do tempo. In: ERTZOGUE, M H. & PARENTE, T. G. História e Sensibilidade. Brasília: Paralelo 15, 2006.

SAINT-HILAIRE, A. de, Viagem à Província de Goiás, Belo Horizonte, Itatiaia/EDUSP, 1975.

SANTOS, M. P. dos. O Campo (re)inventado: transformações da cultura popular rural no Sudeste Goiano (1950-1990). 2001. Dissertação (Mestrado em História) -Universidade Federal de Uberlândia, 2001.

SOUZA, M. de M. e. Reis Negros no Brasil Escravista – História da Festa de Coroação de Rei Congo. Belo Horizonte: Humanitas/UFMG, 2002.

VAINFAS, R; SOUZA, Juliana B. de. Brasil de todos os santos. Rio de Janeiro: Zahar editores, 2000.

ZALUAR, A. O crime e o diabo na terra de Deus. In: Sagrado e profano – X! Retratos de um Brasil de fim de Século. Rio de Janeiro: Agir, 1994.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2017v24n37p65

Direitos autorais 2019 Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, Luciane Ribeiro Dias Gonçalves

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil