E se Deus existisse e morasse na Bélgica? riso, humor e releituras das narrativas bíblicas

Autores

  • Vanda Serafim UEM

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2017v24n37p86

Palavras-chave:

Deuses e deusas, riso, humor, narrativa fílmica

Resumo

Deus, alcoólatra e perverso, criou o mundo não por amor, mas por tédio. Essa é uma das premissas do filme O Novíssimo Testamento (2014) dirigido e produzido pelo belga Jaco van Dormael. A narrativa fílmica abre uma série de reflexões sobre a relação entre deuses e humanos, deuses e deuses e humanos e humanos.  Ele vive na Bélgica com sua esposa, passiva e quase sem voz e Ea, sua filha pré-adolescente, com um estilo clichê-gótico de rebeldia, entediada com a vida dos pais e a íntima relação com a televisão. O objetivo é perceber como as releituras das narrativas bíblicas do Cristianismo realizadas sugerem o riso e o humor na atualidade. Para tanto, parte-se metodologicamente das discussões realizadas por Marco Napolitano acerca do cinema como fonte histórica e teoricamente dialoga-se com Henri Bergson e Sigmund Freud para pensar o riso e o humor na narrativa fílmica.

Biografia do Autor

Vanda Serafim, UEM

Professora Adjunta na Universidade Estadual de Maringá e docente do Programa de Pósgraduação em História.

Referências

ANDRADE, Solange Ramos; SERAFIM, Vanda Fortuna; Costa, Daniel Lula; Palamin, Flávio. História das Religiões. Maringá, Eduem: 2013.

BERGSON, Henri. O riso: ensaio sobre significações do cômico. 2ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1987.

FREUD, S. Os chistes e sua relação com o inconsciente [1905]. In: FREUD, S. Edição standard brasileira das obras psicológicas completas. Rio de Janeiro: Imago, 1980. v. VIII.

LE TOUT NOUVEAU TESTAMENT (O Novíssimo Testamento). Direção de Jaco van Dormael. Bélgica, a França e Luxemburgo. Produzido por Terra Incognita Films. 2014. 113 min.

MORIN, Edgar. O homem e a morte. Trad. Cleone Augusto Rodrigues. Rio de Janeiro, Imago, 1997.

NAPOLITANO, Marcos. A história depois do papel. In: PINSKY, Carla Bassanezi (org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2006.

ORELLANA, Juan. La fuerza de la Biblia en el cine. La Sagrada Escritura, palabra actual: XXV Simposio Internacional de Teología de la Universidad de Navarra / edición dirigida por Gonzalo Aranda y Juan Luis Caballero, Servicio de Publicaciones de la Universidad de Navarra, 2005.

RICOUER, Paul. História e verdade. Trad. F. A. Ribeiro. Rio de Janeiro: Forense, 1968.

WILLIS, Roy. (coord.) Mitologias. Deuses, heróis e xamãs nas tradições e lendas de todo o mundo. São Paulo: Publifolha, 2007.

Downloads

Publicado

2017-10-16