A “Casa-mãe” e as “sucursais”: colonialismo, nacionalismo e cosmopolitismo no pensamento de António Sérgio

Laurindo Mekie Pereira

Resumo


O objeto deste artigo é uma análise acerca do problema colonial no pensamento do escritor português António Sérgio . O objetivo é investigar como a temática evoluiu nos escritos do autor entre os anos 1919 e 1958, balizas temporais da sua intervenção mais efetiva no debate. O argumento central do artigo é que a posição de António Sérgio quanto às colônias só é compreensível no interior da tríade colonialismo-nacionalismo-cosmopolitismo e dentro das suas proposições teóricas gerais, especialmente no que concerne ao papel das elites nas transformações sociais. 


Palavras-chave


António Sérgio; Portugal; Colonialismo; Nacionalismo

Texto completo:

PDF

Referências


ALENXANDRE, Valentin. Ideologia, economia e política: a questão colonial na implantação do Estado Novo. Análise Social, vol. xxviii (123-124), 1993, p. 1117-1136.

ALEXANDRE, Valentin. A África no imaginário político português (séculos XIX-XX). Penélope, n. 15, 1995, 1995.

ALEXANDRE, Valentin. A descolonização portuguesa em perspectiva comparada. In: FRANCO, Manuela (coord.) Portugal, os Estados Unidos e a África Austral. Lisboa: FLAD/IPRI, 2006.

ALEXANDRE, Valentin. Portugal em África (1825-1974): uma perspectiva global. Penélope, n. 11, 1993.

ANDERSON, Benedict. Nação e consciência nacional. São Paulo: Ática, 1989.

CASTELO, Claudia. “O modo português de estar no mundo”: o luso-tropicalismo e a ideologia colonial portuguesa (1933-1961). Porto: Afrontamento, 1999.

CATROGA, Fernando. Dialogar com António Sérgio, Revista de História das Ideias, 1983, n. 5, vol. 1.

FREYRE, Gilberto. Um brasileiro em terras portuguesas. Lisboa: Livros do Brasil, 1954.

HOBSBAWM, Eric. Nações e nacionalismo desde 1870. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

LOBO, Aloisio. As elites e a grei. Sobre a historiografia projectiva de António Sérgio. Disponível em http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/artigo6541.pdf. Acesso: 12 de agosto de 2015.

MAGALHAES-VILHENA, Vasco de. António Sérgio: o idealismo crítico e a crise da ideologia burguesa Revista Esboços, Florianópolis, v. 25, n. 39, jul. 2018.

MAGALHAES-VILHENA, Vasco de. António Sérgio: o idealismo crítico e a crise da ideologia burguesa. Lisboa: Seara Nova, 1975.

MANNHEIM, Karl. Ideologia e Utopia. Rio de Janeiro: Zahar, 1968.

NASCIMENTO, Paulo César . Dilemas do nacionalismo. BIB, São Paulo, nº 56, 2003. Disponível em http://www.anpocs.org.br/portal/images/bib56.pdf.

PINHO, Romana Valente. António Sérgio e a ideia de Uno unificante: idealismo, metafísica e gnosiologia. Tese (Doutorado em Filosofia), Universidade de Lisboa, Lisboa- Portugal, 2012.

PINTO, João Alberto da Costa. Gilberto Freyre e a intelligentsia salazarista em defesa do Império Colonial Português (1951 – 1974), História, São Paulo, 28 (1): 2009.

PRINCIPE, João. Quatro novos estudos sobre António Sérgio. Casal de Cambra/Sintra: Caleidoscópio, 2012.

REVISTA Seara Nova – O problema colonial (número especial), n. 68-69, 9 de janeiro de 1926.

RIBEIRO, Maria Calafate. Uma história de regressos: Império, Guerra Colonial e Pós-Colonialismo. Disponível em http://www.ces.uc.pt/publicacoes/oficina/ficheiros/188.pdf. Acesso em 20 de outubro de 2015.

SANTOS, Boaventura Souza. Entre Próspero e Caliban: colonialismo, pós-colonialismo e interidentidade. Novos Estudos CEBRAP, N. 66, 2003.

SÉRGIO, António. A conquista de Ceuta. In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1971, Tomo I.

SÉRGIO, António. Cartas de Problemática: n.1. Lisboa: Inquérito, 1952.

SÉRGIO, António. Alocução aos socialistas. Lisboa: Inquérito, 1947.

SÉRGIO, António. Antologia sociológica: Caderno 1. Lisboa: Edições do Autor, 1956.

SÉRGIO, António. Antologia sociológica: Caderno 3. Lisboa: Edições do Autor, 1956.

SÉRGIO, António. Antologia sociológica: caderno 7. Lisboa: Edições do Autor, 1957.

SERGIO, António. Apêndice (1925). In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1972, Tomo III.

SÉRGIO, António. As duas políticas nacionais. In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1972, Tomo II.

SÉRGIO, António. Breve introdução da História de Portugal. Lisboa: Sá da Costa, 1978.

SÉRGIO, António. Cadernos da «Seara Nova» (1938). In: SERRÃO, Joel. António Sérgio – uma antologia. Lisboa: Horizonte Universitário, 1984.

SÉRGIO, António. Em torno do problema da “língua brasileira” (palavras de um cidadão do mundo, humanista crítico, a um estudante brasileiro seu amigo). Lisboa: Seara Nova, 1937.

SÉRGIO, António. Guilherme Meister, Candido e Gonçalo Mendes Ramires (1932). In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1972, Tomo IV.

SÉRGIO, Antonio. Notas de política ( Lisboa, Seara Nova, 1923). In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1972, Tomo III.

SÉRGIO, António. Notas de Política (1929). In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1972, Tomo III.

SERGIO, António. O reino cadaveroso ou o problema da cultura em Portugal (1926). In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1972, Tomo II.

SÉRGIO, Antonio. Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1972, Tomo II.

SÉRGIO, António. Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1974, Tomo VII. (1 edição de 1954).

SÉRGIO, António. Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1971, Tomo I.

SÉRGIO, António. Para a definição da aspiração comum dos povos luso-descendentes (A propósito de uma conferencia de Gilberto Freyre) (Lisboa, 1938). In: Obras completas – ensaios. Lisboa: Sá da Costa, 1971, Tomo VI.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2018v25n39p197

Direitos autorais 2019 Laurindo Mekie Pereira

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil