Ditadura Militar brasileira e memórias femininas

Príscila Paula de Sousa

Resumo


O presente artigo analisa as memórias de algumas mulheres que estiveram no cárcere durante a Ditadura Militar no Brasil, através de seus relatos em entrevistas e depoimentos, afim de entender quais foram as formas por elas encontradas para resistir ao que viveram no período, não se deixando paralisar pelo terror imposto pelos aparatos repressivos. Trata-se também, de analisar como o ato de contar o que houve é também uma forma de contar-se, de estruturar sua subjetividade e buscar uma identidade. Essas mulheres viram e ainda veem suas vidas intimas arrastadas para o público, aprenderam a cuidar do outro e criar relações de solidariedade dentro das prisões, o que as ajudou a resistir. Assim, essas sobreviventes necessitam ter seu lugar e histórias tratados pela historiografia, afim de que não se esqueça que foram parte importante da luta resistente no período ditatorial.

Palavras-chave


Ditadura militar; Memórias femininas; Resistências

Texto completo:

PDF

Referências


ARFUCH, Leonor. Mujeres que narran: trauma e memória. Labrys Estudos Feministas. Dossiê: Memoria y Autobiografia. Jan/Dez 2009. Disponível em: http://www.tanianavarroswain.com.br/labrys/labrys15/sumarioditadura.htm.

ARTIÈRES, Philippe. Arquivar a própria vida. Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 11, n. 21. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2061/1200.

CALVEIRO, Pilar. Poder e Desaparecimento: Os campo de concentração na Argentina. São Paulo: Boitempo, 2013.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade II. Rio de Janeiro: Graal, 1984.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade III: O cuidado de si. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985.

HALBWACKS, Maurice. A Memória Coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

JOFFILY, Olivia Rangel. “O corpo como campo de batalha”. In: PEDRO, Joana; WOLFF, Cristina. Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone sul. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2010.

LOBO, E. Ieda Seixas e Elza Lobo: depoimento [14 abr. 2013]. São Paulo: Comissão Nacional da Verdade. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=5duiX4Uxc9c.

NOGUEIRA, Rose. Amor e Revolução: depoimento. [2011]. São Paulo: Sistema Brasileiro de Televisão. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=hbyFh-A8yz8k.

RAGO, Margareth. Desejos de Memória. Labrys Estudos Feministas. Dossiê ‘Memórias insubmissas, n.15. 2009.

RAGO, Margareth. Memórias da clandestinidade: Criméia Alice de Almeida Schmidt e a Guerrilha do Araguaia. In: PEDRO, Joana; WOLFF, Cristina. Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone sul. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2010.

ROSA, Susel. O. Mulheres, ditaduras e memórias. São Paulo: Intermeios, 2013.

SCHMIDT, Criméia Alice de Almeida. A vida militante e o período da ditadura. Campinas, Unicamp, 28 abr. 2013. Palestra oferecida aos alunos do curso “Escrita de si, Memória e Subjetividade”, ministrado pela Profª. Dra. Margareth Rago.

SCHMIDT, Criméia Alice de Almeida. Amor e Revolução: depoimento. [2011]. São Paulo: Sistema Brasileiro de Televisão. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=rz0ekhjmvRc.

SEIXAS, Ieda Akselrud. Ieda Seixas e Elza Lobo: depoimento [14 abr. 2013]. São Paulo: Comissão Nacional da Verdade. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=5duiX4Uxc9c.

TELES, Edson de Almeida. As crianças e a tortura: depoimento. [10 jun. 2013]. São Paulo: Jornal da Record: Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=kRQdjfMdfts.

TELES, Janaína de Almeida. As crianças e a tortura: depoimento. [10 jun. 2013]. São Paulo: Jornal da Record: Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=kRQdjfMdfts.

TELES, Maria Amélia de Almeida. 50 anos do Golpe de 64: Continuidades e rupturas: debate [25 abr. 2014]. São Paulo: Escola Dieese de Ciência do Trabalho. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ALOwX8PA7wQ.

TELES, Maria Amélia de Almeida. Amor e Revolução: depoimento. [2011]. São Paulo: Sistema Brasileiro de Televisão. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=kFqm0OcJDDk.

TELES, Maria Amélia de Almeida. Entrevista com Amelinha e Cesar Augusto Teles: depoimento. [12 out. 2012]. São Paulo: Causa Operária TV. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=OApkFxymEGU.

TELES, Maria Amélia de Almeida. Mulheres e Ditaduras. Campinas: Unicamp, 12 mar. 2014. Exposição no evento 50 anos do Golpe Civil-Militar de 1964: Revisitando Questões e Debates.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2018v25n40p453

Direitos autorais 2019 Príscila Paula de Sousa

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil