Cenas brasileiras, violências, subjetividades

Meriti de Souza

Resumo


Neste artigo problematizamos as repercussões dos ideais sociais que retratam o povo brasileiro como pacífico e avesso a movimentos marcados por ações violentas. De forma específica, interessa problematizar as repercussões desses ideais sobre a organização social nacional e a constituição subjetiva do brasileiro. A pergunta posta diz respeito às implicações subjetivas e sociais relacionadas ao fato de uma pessoa inserida na tradição cultural nacional passar a se representar e a se sentir como alegre e pacífica, mesmo perante a desigualdade social e a violência. Entendemos que essa inscrição psíquica pode ocorrer em função do ideal social disseminado por séculos a fio, pelas elites que dominam a cena econômica e cultural.

 


Palavras-chave


Violência; Subjetividade; Brasil

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, H. Da violência. In: Crises da república. São Paulo: Perspectiva, 1973.

ARENDT, H. Eichmann Em Jerusalém – Um relato sobre a banalidade do mal. Companhia das Letras, 1999.

AULAGNIER, P. A violência da interpretação. Rio de Janeiro: Imago, 1979.

BIRMAN, J. Cadernos sobre o mal: agressividade, violência e crueldade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2209.

BRESCIANI, M.S.M Londres e Paris no Século XIX: o Espetáculo da Pobreza. São Paulo: Brasiliense, 1982.

BUTLER Problemas de Gênero - Feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

CECCARELLIi, P. R. Delinqüência: resposta a um social patológico. Boletim de Novidades da Livraria Pulsional. São Paulo, ano XIV, maio, 2001.

CHESNAIS, J.-C. Histoire de la violence en Occident de 1800 à nos jours. Paris, Robert Laffont. 1981.

COSTA, JF. Transcendência e violência. In JACÓ-VILELA, AM., and SATO, L., orgs. Diálogos em psicologia social [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2012.

DUVIDOVICH, E. Violência e subjetivação. Boletim de Novidades da Livraria Pulsional, São Paulo, ano XI, n. 108, abr/1998.

ENRIQUEZ. De la horde à l’État: essai de psychanalyse du lien social. Paris: Gallimard, 1983.

FOUCAULT, M. As palavras e as coisas. Rio de Janeiro, Graal, 1990.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro, Graal, 1979.

FREIRE COSTA, J. Violência e psicanálise. Rio de Janeiro: Graal, 1986.

FREUD, S. Além do princípio do prazer. Obras completas, vol. XVIII. Rio de Janeiro: Imago, 1974.

FREUD, S. Mas alla del principio del placer. Biblioteca Nueva: Madrid, 1973.

FREUD, S. Nuevas lecciones introductorias al psicoanalisis. Madrid: Biblioteca Nueva, 1973.

FREUD, S. O mal-estar na civilização. In: ______. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Vol. XXI. Rio de Janeiro: Imago, 2002.

FREUD, S. O problema econômico do masoquismo. Obras completas, vol. XIX. Rio de Janeiro: Imago, 1974.

FREUD, S. Por que a guerra? Obras completas, vol. XXII. Rio de Janeiro: Imago, 1974.

HOBSBAWM, E. (1998) As regras da violência. In: Pessoas extraordinárias: resistência, rebeldia e jazz. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 1998.

HOBSBAWM, E. Globalização, democracia e terrorismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

MAFFESOLI, M. Dinâmica da Violência. São Paulo, Editora Revista dos Tribunais, Edições Vértice, 1987.

MORIN, E. O Método III: o conhecimento do conhecimento. Porto Alegre: Sulina, 2005a.

MORIN, E. O Método IV: as idéias. Porto Alegre: Sulina, 2005b.

PAULI, M.C. et alii. A Violência brasileira. São Paulo, Brasiliense, 1982.

PRIGOGINE, I. & STENGERS, I. Entre o tempo e a eternidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

PRIGOGINE, I. O fim das certezas: tempo, caos e as leis da natureza. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1996.

SOUSA SANTOS, B. Um discurso sobre as ciências. São Paulo: Cortez, 2005.

SOUSA, O. Fantasia de Brasil. São Paulo: Escuta, 1994.

SOUZA, M. A experiência da lei e a lei da experiência- ensaios sobre práticas sociais e subjetividades no Brasil. Florianópolis: Editora da UFSC, 2016.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2018v25n40p468

Direitos autorais 2019 Meriti de Souza

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil