Prelúdios literários de Lima Barreto (1881-1922)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2019v26n42p358

Palavras-chave:

Lima Barreto, História dos intelectuais, Modernismo

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de analisar textos pouco conhecidos e até inéditos do escritor Afonso Henriques de Lima Barreto. Por meio de pesquisas nos arquivos da Fundação Biblioteca Nacional, foi possível encontrar manuscritos nos quais o autor remete a episódios que fizeram parte da sua formação intelectual e crônicas assinadas com os pseudônimos de Philéas Fogg e S. Holmes que circularam na revista Fon-Fon, órgão de destaque na imprensa carioca do começo do século XX. Desse modo, busca-se aqui também compreender as implicações históricas das polêmicas entre os intelectuais da Belle Époque tropical.

Biografia do Autor

Joachin Azevedo Neto, Universidade de Pernambuco

Doutor em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e bolsista pela CAPES. Mestre em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).Graduado em História pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Tem interesse em Teoria da História, História do Brasil, História Moderna e História dos Intelectuais.

http://lattes.cnpq.br/6732988770505229

Referências

BARBOSA, Francisco de Assis. A vida de Lima Barreto (1881-1922). 2 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1959.

BARRETO, Lima. Toda crônica. v. 1. Rio de Janeiro: Agir, 2004.

BARRETO, Lima. Correspondência: ativa e passiva. t. I. Prefácio de Antônio Noronha Santos. São Paulo: Brasiliense, 1956a.

BARRETO, Lima. Diário íntimo: memórias. Prefácio de Gilberto Freyre. São Paulo: Brasiliense, 1956b.

BARRETO, Lima (Barão de Sumaret). Um five o’clock. Fon-Fon, Rio de Janeiro, ano I, n. 2, abr. 1907.

BARRETO, Lima (Philéas Fogg). Falsificações. Fon-Fon, Rio de Janeiro, ano I, n. 2, abr. 1907.

BARRETO, Lima (S. Holmes). O fio da linha. Fon-Fon, Rio de Janeiro, ano I, n. 5, mai. 1907.

BARRETO, Lima. O peso da ciência. [S.l.: s.n.]: [19--]. (Escrito em folha de rascunho do Ministério dos Negócios da Guerra.)

COSTA, Emília Viotti. Da Monarquia à República: momentos decisivos. 7. ed. São Paulo: Editora da Unesp, 1999.

DARNTON, Robert. O beijo de Lamourette: mídia, cultura e revolução. Tradução: Denise Bottman. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

ERMAKOFF, George; BUENO, Alexei (org.). Duelos no serpentário: uma antologia da polêmica intelectual no Brasil 1850-1950. Rio de Janeiro: G. Ermakoff Casa Editorial, 2005.

EDMUNDO, Luís. O Rio de Janeiro de meu tempo. Brasília: Senado Federal, 2003.

FREIRE, Zélia Nolasco. Lima Barreto: imagem e linguagem. São Paulo: Annablume, 2005.

FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de. Lima Barreto e o fim do sonho republicano. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1995.

MACHADO NETO, A. L. Estrutura social da República das Letras: sociologia da vida intelectual brasileira (1870-1930). São Paulo: Edusp, 1973.

NOTAS DIVERSAS. In: O Paiz, Rio de Janeiro, ano XXIV, n. 8715, ago. 1908.

O PAIZ. Rio de Janeiro: ano XXIII, n. 8227, abr. 1907.

RESENDE, Beatriz. Lima Barreto e o Rio de Janeiro em fragmentos. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1993.

SALGADO, Marcus. A vida vertiginosa dos signos: recepção do idioleto decadista na Belle Époque tropical. 2006. 170 p. Dissertação (Mestrado em Letras Vernáculas) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

TAGARELA. Rio de Janeiro: ano II, n. 90, nov. 1903.

TAGARELA. Rio de Janeiro: ano I, n. 1, mar. 1902.

VELLOSO, Mônica Pimenta. História & modernismo. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

VELLOSO, Mônica Pimenta. Sensibilidades modernas: as revistas literárias e de humor no Rio da Primeira República. In: LUSTOSA, Isabel (org.). Imprensa, história e literatura. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2008. p. 211-230.

Downloads

Publicado

2019-07-16

Edição

Seção

Artigo