Uma arte política ou uma política da arte: os pequenos <i>sujeitos</i> na arte do artista León Ferrari

Autores

  • Emerson Dionísio Gomes de Oliveira Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Arte latino-americana, arte política, cotidiano, cidade

Resumo

O presente artigo buscou compreender a leitura empreendida pela crítica de arte especializada sobre a série de gravuras denominada Plantas do artista argentino León Ferrari (Buenos Aires, 1920). Tal leitura tipifica tais obras como não-políticas e pertencentes um momento pouco engajado do artista. Nosso trabalho mostra outra possibilidade interpretativa, cujo teor mira nas relações entre as políticas do ordinário e do cotidiano.

Biografia do Autor

Emerson Dionísio Gomes de Oliveira, Universidade de Brasília

Mestre em História da Arte pela Unicamp e aluno do Doutorado da Universidade de Brasília (UnB)

Downloads

Publicado

2007-12-04

Edição

Seção

Artigo