Sobre a Revista

Foco e Escopo

ethic@, uma publicação do Núcleo de Ética e Filosofia Política (NÉFIPO) da Universidade Federal de Santa Catarina, tem como objetivo principal publicar trabalhos inéditos (artigos, resenhas, entrevistas, traduções), com excelência e vanguarda na área de Filosofia Moral Moderna e Contemporânea. Com periodicidade quadrimestral (abril, agosto e dezembro), a revista ficará disponível gratuitamente na versão eletrônica a cada número no endereço https://periodicos.ufsc.br/index.php/ethic/. As submissões de textos de mestrandos(a)s e/ou doutorando(a)s só serão aceitas em coautoria com um(a) doutor(a). A ethic@ não possui orientação ideológica e publica artigos de quaisquer tradições ou linhas de pesquisa filosófica que satisfaçam os requisitos de originalidade e qualidade acadêmica. Os trabalhos podem versar tanto sobre questões metaéticas quanto normativas e de ética aplicada. Neste último caso, a discussão deve ser claramente feita a partir de um ponto de vista filosófico.

Processo de Avaliação pelos Pares

A revista utiliza o procedimento de avaliação cega por pares (double- blind review) do conteúdo e relevância dos originais. Os trabalhos submetidos à revista ethic@, pelo endereço eletrônico https://periodicos.ufsc.br/index.php/ethic/user/register, serão avaliados previamente pelo editor(a) da revista segundo os critérios do item “diretrizes para autores”. Se essa avaliação prévia for negativa, o autor será informado via e-mail pela revista. Se ela for positiva, o editor encaminhará o trabalho a dois avaliadores externos anônimos para análise antes de eventual publicação na revista ethic@. Os pareceristas anônimos são especialistas reconhecidos na área de ética e filosofia moral e, preferencialmente, professores vinculados a Programas de Pós-Graduação em Filosofia de origem nacional e internacional.

Periodicidade

Quadrimestral.

A ethic@ publicada em média 27 artigos por ano.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Ética e boas práticas para publicação

Editores

A prática editorial e a relação do editor com autores e avaliadores estão amparadas no Código de conduta para editores, do Committee on Publication Ethics (COPE).

Toda decisão editorial se fundamenta na relevância, originalidade, clareza e validade do estudo para atendimento do escopo da revista.

Avaliadores

A avaliação se baseia no mérito do trabalho, não influenciada, positiva ou negativamente, por motivos pessoais, financeiros ou preconceitos intelectuais.

As submissões e os detalhes das revisões são mantidos sob confidencialidade.

O avaliador deve se certificar de qualquer potencial conflito de interesse na revisão da submissão. Ao se deparar com alguma irregularidade, o editor é comunicado, como por exemplo: identificação de plágio; fabricação, falsificação dos resultados; publicação redundante.

Autores

A indicação de autoria num trabalho científico se deve apenas àqueles que:

a)      contribuem intelectual, direta e substancialmente na concepção da pesquisa/artigo (aquisição, análise ou interpretação dos dados do estudo);

b)      participam na construção das versões preliminares ou revisão crítica do conteúdo do artigo;

c)      aprovam a versão final do artigo a ser publicado;

d)     responsabilizam-se pela autoria a fim de garantir exatidão e integridade do artigo.

O(s) autor(es) deve(m) apresentar a declaração de existência do conflito de interesse quando for o caso.

Retratação e manifestação de preocupação

O editor tem o dever de agir na suspeita ou alegação de má conduta identificada. Esta investigação se estende tanto às submissões quanto aos artigos publicados.

A ethic@ tem como instrumento os fluxogramas COPE para apurar fatos e determinar as ações necessárias na resolução dos casos. Também adota os procedimentos de registro de retratação e manifestação de preocupação do Scielo, que tem como base orientações de comitês internacionais especializados na ética em pesquisa.

Fontes consultadas e recomendadas:

COMMITTEE ON PUBLICATION ETHICS (COPE). Code of conduct and best practice guidelines for journal editors. 2011. Disponível em: https://publicationethics.org/files/Code_of_conduct_for_journal_editors_Mar11.pdf. Acesso em: 05 maio 2020.

COMMITTEE ON PUBLICATION ETHICS (COPE). COPE ethical guidelines for peer reviewers. 2013. Disponível em: http://publicationethics.org/files/Ethical_guidelines_for_peer_reviewers_0.pdf. Acesso em: 30 ago. 2016.

COMMITTEE ON PUBLICATION ETHICS (COPE). Flowcharts. 2016. Disponível em: http://publicationethics.org/files/Full%20set%20of%20English%20flowcharts_9Nov2016.pdf. Acesso em: 17 mar. 2017.

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO (FAPESP). Código de boas práticas científicas. São Paulo: FAPESP, 2014. 46 p. Disponível em: http://www.fapesp.br/boaspraticas/FAPESP-Codigo_de_Boas_Praticas_Cientificas_2014.pdf. Acesso em: 30 ago. 2016

INTERNATIONAL COMMITTEE OF MEDICAL EDITORS (ICMJE). Recomendações para elaboração, redação, edição e publicação de trabalhos acadêmicos em periódicos médicos. 2014. Tradução Eliane de Fátima Duarte e Thaís de Souza Andrade Pansani. Disponível em: http://www.icmje.org/recommendations/translations/portugese2014.pdf.  Acesso em: 16 mar. 2017.

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE (SciELO). Guia para o registro e publicação de retratações e manifestações de preocupação. 2015. Disponível em: http://old.scielo.org/local/content/pdf/8_.pdf. Acesso em: 05 maio 2020.

Qualis CAPES

A2 - FILOSOFIA

Estatísticas da Revista Ethic@

Google Scholar - Artigos mais citados