A demanda racional da ética de Kant no início de 1760

Autores

  • Bruno Cunha Universidade Federal de São João del Rei

DOI:

https://doi.org/10.5007/1677-2954.2017v16n2p219

Palavras-chave:

ética, sentimento, razão, obrigação, jovem Kant

Resumo

Meu objetivo nesse trabalho é apresentar uma linha distinta de interpretação do problema moral em duas das principais obras do jovem Kant, a saber, a Investigação sobre a Evidência e as Observações sobre o Sentimento do Belo e do Sublime. Em contraposição à leitura tradicional, tento mostrar que, ao analisar a relação entre os aspectos formais e materiais da moralidade, somos capazes de constatar que existe, de fato, uma demanda racional subjacente ao problema ético nesse contexto. Isso mostra, por conseguinte, que ao invés de representar uma mera reprodução da moral britânica, esses escritos retratam um momento de transição no qual Kant se liberta em grande medida da influência escolástica, para investigar mais profundamente o conceito primário de obrigação moral.

 

Biografia do Autor

Bruno Cunha, Universidade Federal de São João del Rei

Professor adjunto na Universidade Federal de São João del Rei, departamente Dtech. Área de atuação: filosofia de Kant e iluminismo alemão.

Referências

CUNHA, Bruno. A Gênese da Ética de Kant: o desenvolvimento moral pré-crítico em sua relação com a teodiceia. Liberars: São Paulo, 2017.

_______. Wolff e Kant sobre obrigação e lei natural: a rejeição do voluntarismo teológico na moral. Transformação v.38, n.3, Marília: UNESP, 2015.

CRUSIUS, Christian A. Anweisung vernünftig zu Leben. Reimp. Hildesheim: Ed. G. Tonelli, 1969.

FRIERSON, Patrick. Introduction. Observations on the Feeling of the Beautiful and Sublime and Other Writings. Cambridge University Press: Cambridge, 2011.

HENRICH, Dieter. Hutcheson und Kant. Kant-Studien. v.49. Berlin: de Gruyter, 1957, p. 49-69.

_______. Über Kants früheste Ethik. Kant-Studien. v.54. Berlin: de Gruyter, 1963, p. 404–431.

HUTCHESON, Francis. An Inquiry into the Original of our Ideas of Beauty and Virtue, Londres, 1725.

_______. An Essay on the Nature and Conduct of the Passions and Affections. Londres,

KANT, Immanuel. Gesammelte Schriften. v. I-XXI, Edited by the Akademie der Wissenschaften. Berlin: Reimer (DeGruyter), 1910.

_______. Escritos Pré-Críticos. São Paulo: Ed. UNESP, 2005.

KUEHN, Manfred. The Moral Dimension of Kant's Inaugural Dissertation: A New Perspective on the “Great Light” of 1769? Proceedings of the Eighth International Kant Congress. Milwaukee: Marquette University Press, 1995, p. 373–92.

KÜENBURG, Max. Der Begriff der Pflicht in Kants vorkritischen Schriften. Innsbruck: F. Rauch, 1927.

MENZER, Paul. Der Entwicklungsgang der Kantischen Ethik in der Jahren 1760 – 1785 – Erster Abschnitt. Kant-Studien. v.2. Berlin: de Gruyter, 1899, p. 290-322.

_______. Der Entwicklungsgang der Kantischen Ethik in der Jahren 1760 – 1785 – Zweiter Abschnitt. Kant-Studien. v.2. Berlin: de Gruyter, 1899, p. 41-104

SCHILPP, Paul Arthur. La Ética Pré-Crítica de Kant. Cidad Universitária: Universidad Nacional Autónoma de México, 1966.

SCHNEEWIND, Jeromé. A Invenção da Autonomia: uma história da filosofia moral moderna. São Leopoldo: Editora Usisinos, 2001.

SCHMUCKER, Josef. Die Ursprünge der Ethik Kants in seinen vorkritischen Schriften und Reflektionen. Meisenheim: A. Hain, 1961.

SCHWAIGER, Clemens. The Theory of Obligation in Wolff, Baumgarten, and the Early Kant. Kant's Moral and Legal Philosophy. Cambridge University Press, 2009, p. 58-76.

SUZUKI, Márcio. A forma e o sentimento do mundo: jogo, humor e arte de viver na filosofia do século XVIII. São Paulo: Editora 34, Fapesp, 2014.

WARD, Keith. The Development of Kant’s View on Ethics. New York: Humanities Press, 1972.

WOLFF, Christian. Gesammelte Werke. Edited by J. École et al. Hildesheim: Georg Olms, 1960ff.

Downloads

Publicado

2017-12-11

Edição

Seção

Artigos