Moral da ambiguidade, liberdade e libertação: filosofia e feminismo em Simone de Beauvoir

Izilda Johanson

Resumo


O presente estudo reconhece e visa destacar o lugar de Simone de Beauvoir na história da filosofia do século XX. A partir da compreensão do problema da existência entendida como liberdade, tal como ele é posto pelo existencialismo desta autora, procuraremos abordar as relações entre pensamento e ação prática, entre filosofia e engajamento feminista, as quais se desdobram, por sua vez, no que entendemos ser a abertura de um sentido possível para a constituição de uma ética em Simone de Beauvoir.

Palavras-chave


Existencialismo; Feminismo filosófico; Liberdade; Libertação

Texto completo:

PDF/A

Referências


BEAUVOIR, S. Le deuxième sexe, vol, I e II. Col. Folio Essais. Paris. Gallimard. 2012.

_____________ O segundo sexo, vol. 1 e 2. Trad. de Sergio Milliet. 3ª ed. Rio de Janeiro. Nova Fronteira, 2016.

_____________ Pour une morale de l'ambiguïté suivi de Pyrrus et Cinéas. Col. Folio Essais, Paris. Gallimard. 2013.

_____________ A força da idade. Trad. Sérgio Milliet, 2ª Ed. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 2009a.

_____________ A força das coisas. Trad. Maria Helena Franco Martins. 2ª ed. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 2009b.

LE DOEUFF, M. L'étude et le rouet, Paris, Seuil, 1989.

______________ "De la critique comme valeur limite". IN: Les Temps Modernes, janvier-mars 2008, p. 647-648.

LECARME-TABONE, E. et JOANNELLE, J-L. (orgs). L'Herne - Beauvoir. Paris. Édition de L'Herne, 2012.

SIMONS, M. A. (org). The philosophy of Simone de Beauvoir : critical essays. Bloomington. Hypatia Inc. and Indiana University Press, 2006.




DOI: https://doi.org/10.5007/1677-2954.2018v17n2p239

          

 

 

ethic@. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1677-2954

Licença Creative Commons
This work is licensed under a  Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional