Principialismo bioético a posição de R. Dworkin sobre aborto e eutanásia

Autores

  • José N. Heck

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Bioética, Principialismo, Autonomia, Dworkin, Aborto, Eutanásia

Resumo

A doutrina bioética de origem estadunidense é iluminista e, como tal, hostil à doutrina da lei natural. Na América Latina, o principialismo dos nórdicos é reduzido ao contexto de surgimento no coração do Império, avaliado como falácia genética e substituído por uma concepção bioética de intervenção. O artigo presta contas à recepção crítica do principialismo bioético à luz da secular tradição latinoamericana do direito natural, honrado por ordens religiosas que à época zelavam no ultramar meridional pela ortodoxia da contra-reforma, e desenvolve o princípio da reverência à vida, de acepção dworkiniana, como estratégia adequada para a pacificação doutrinária de questões que afetam a vida ou a morte.

Downloads

Publicado

2007-01-01

Edição

Seção

Artigos