John Dewey em visita ao jardim de Huxley: uma discussão sobre a teoria da evolução e as concepções éticas

José Cláudio Morelli Matos

Resumo


John Dewey escreve um de seus primeiros trabalhos sobre ética em resposta às idéias de Thomas Huxley. Huxley, em seu artigo “Evolution and Ethics” (1894), defendia uma oposição entre os processos naturais e os processos éticos. A ética, segundo ele, é contrária aos princípios que se observa na natureza. Para Dewey, por outro lado, não há dualismo entre as regularidades naturais e as regularidades sociais. Dewey pretende, em seu artigo homônimo ao de Huxley (1898), reconstruir o sentido de noções fundamentais ao pensamento evolutivo como “adaptado”, “luta pela vida” e “seleção natural”. Dando início a uma versão evolucionista da reflexão ética, Dewey supõe a continuidade entre o mundo natural e o mundo dos valores. Suas conclusões indicam não só uma abordagem evolutiva das questões éticas, mas a proposição de valores e condutas que estejam em conformidade com o crescimento e a mudança constante nos ambientes e nas funções adaptativas, tais como se observa no mundo natural.


Palavras-chave


Dewey; Thomas Huxley; Evolução; Ética.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1677-2954.2010v9n2p199

          

 

 

ethic@. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1677-2954

Licença Creative Commons
This work is licensed under a  Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional