A ética na escola de Schopenhauer: o caso de Paul Rée

Domenico Fazio

Resumo


Paul Rée (1849-1901) é conhecido sobretudo como amigo de Nietzsche. Mas Rée não é só o amigo que compartilhou com Nietzsche a infeliz paixão por Lou Salomé. Nem seus escritos filosóficos tem sentido só em relação com Nietzsche. Ele foi um filósofo moral autônomo e original e, coerentemente com suas ideias filosóficas, inspiradas no pensamento ético de Schopenhauer, médico e filantropo. Como tal, ele pode ser considerado como expoente daquela que a nova tendência da historiografia schopenhaueriana considera a escola de Schopenhauer em sentido lato.


Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1677-2954.2012v11nesp1p87

 

 

 

 

 

ethic@. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1677-2954

Licença Creative Commons
This obra is licensed under a  Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional