Além do direito da liberdade: uma análise republicana da teoria democrática crítica de A. Honneth

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1677-2954.2020v19n3p719

Palavras-chave:

Liberdade política, Modelo social, Democracia, Republicanismo, Não-dominação

Resumo

No início da década de 2010, A. Honneth delineou uma concepção democrática crítica específica baseada em um modelo social de liberdade individual, que ele considera superior aos modelos negativos e reflexivos. Honneth considera que a democracia deliberativa depende normativamente e empiricamente do modelo social de liberdade individual, de modo que, se certas condições sociais não são cumpridas, os cidadãos carecem das condições que lhes permitiriam a participação na construção da vontade democrática. Neste trabalho, procederemos à reconstrução dos principais postulados normativos da concepção democrática crítica de Honneth, que define positivamente a justiça como reconhecimento mútuo, contrastando-os especularmente com os da concepção republicana defendida pelo filósofo P. Pettit, que se baseia em um modelo negativo de liberdade política entendida como não-dominação. Em resumo, explicaremos quatro atrações comparativas que a teoria de P. Pettit oferece em relação a Honneth em matéria da metodologia, conceito da justiça, classificação de modelos da liberdade, e prioridade da justiça.

Biografia do Autor

Nicolás Emanuel Olivares, CONICET - IEHSOLP-UNLPamFacultat de Dret - Universitat de Girona

Títulos de graduação: Advogado (UNC), Professor Universitário (UCC). Pós-graduação: Doutor em Direito e CS. SC. (UNC), Mestrado em Direito e Argumentação Legal (UNC), Bolsista de Pós-Doutorado CONICET-IEHSOLP (2017-2019), Bolsista de Pós-Doutorado CONICET-UdG (2019-2021). Trabalho docente: Professor de História Constitucional (UNLPam) e Professor de Direito Constitucional (UNLPam). Local de trabalho: Faculdade de Direito de a Universitat de Girona. E-mail: <olivares.nicolasemanuel@gmail.com>. Minhas principais publicações científicas estão em https://www.conicet.gov.ar/new_scp/detalle.php?keywords=&id=38334&articulos=yes

Referências

ABRIL, F. El problema de la dominación en El derecho de la libertad de Axel Honneth. Revista Pilquen. Sección Ciencias Sociales, Viedma, v. 19, n. 1, p. 1-12, 2016.

AGUIAR SIMIM, T. A justiça das instituições sociais. Uma crítica da reconstrução normativa de O direito da Liberdade de Axel Honneth. Civitas. Revista de Ciências Sociais, Porto Alegre, v. 15, n. 4, p. 648-663, 2015.

CAMPELLO, F. Do reconhecimento à liberdade social: sobre O direito da Liberdade de Axel Honneth. Cadernos de Ética e Filosofia Política, São Paolo, v. 2, n. 23, p. 185-199, 2013.

DRYZEK, J. Deliberative Democracy and Beyond. Oxford: Oxford U.P., 2000.

HONNETH, A. La lucha por el reconocimiento debe ser considerada un fenómeno claramente diferenciado de la naturaleza moral, así como una acción social. Barcelona: Katz, p. 45-85, 2009, Entrevista concedida a Daniel Gamper Sachse.

HONNETH, A. Reconocimiento y menosprecio. Sobre la fundamentación normativa de una teoría social. Barcelona: Katz, 2010.

HONNETH, A. El derecho de la libertad. Esbozo de una eticidad democrática. Buenos Aires: Katz, 2014.

KYMLICKA, W. Contemporary Political Philosophy. An introduction. 2 ed. Oxford, Oxford U. P., 2002.

PETTIT, P. On the People’s Terms: A Republican Theory and Model of Democracy. Cambridge: Cambridge U. P., 2012.

PETTIT, P. Just freedom. A moral compass for a complex world. Norton: Nueva York, 2014.

PETTIT, P. Justice: Social and Political., In: SOBEL, D., VALLENTYNE, P., e WALL, S., (Eds.), Oxford Studies in Political Philosophy. Oxford: Oxford U. P., 2015. v. 1. p. 9-35.

SILVA, R. Republicanismo neo-romano e democracia contestatória. Revista da Sociologia Política, Curitiba, v. 19, n. 39, p. 35-51, 2011.

SILVA, R. Non-domination and Political Institutions: The Contested Concept of Republican Democracy. Brazilian Political Science Review, São Paolo, v. 9, n. 1, p. 3-38, 2015.

WALDRON, J. Derechos y desacuerdos. Barcelona: Marcial Pons, 2005.

Downloads

Publicado

2020-12-16