Explorando tradeoffs na acomodação da diversidade moral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1677-2954.2021.e78464

Palavras-chave:

Diversidade, Procedimentalismo, Moralidade pública, Razão pública, Universalismo, Justificação

Resumo

Este artigo explora o espaço de possibilidades de justificação pública em comunidades moralmente diversas. A diversidade moral é muito mais significativa do que normalmente é reconhecida e, como resultado, precisamos pensar com mais cuidado sobre como nossas ferramentas usuais funcionam em tais contextos. Argumento que, devido a essa diversidade, a justificativa pública pode (e deve) ser divorciada de qualquer reivindicação de determinação. Em vez disso, devemos concentrar nossa atenção nos procedimentos – em particular, no que Rawls chamou de casos de pura justiça procedimental. Eu uso uma forma modificada do procedimento “eu corto, você escolhe” para demonstrar como a diversidade de perspectivas pode tornar o que parece ser um procedimento simples em algo bastante complexo na prática. Uso isso para reestruturar disputas entre abordagens liberais clássicas e liberais contemporâneas em questões de moralidade pública, argumentando que procedimentos classicamente liberais, como a confiança no princípio do dano, podem gerar resultados com aspectos contrários ao liberalismo quando usados em uma comunidade moralmente diversa. Uma abordagem aparentemente menos baseada em princípios, que simplesmente equilibra encargos, parece gerar resultados que parecem mais próximos ao que esperaríamos do liberalismo clássico. No entanto, como ambas as abordagens baseiam-se em procedimentos puros que podemos justificar sem referência a resultados, permanece indeterminado o que devemos escolher.

Biografia do Autor

Marcos Fanton, UFSM

Professor de Filosofia (UFSM)

Referências

CHUNG, H.; KOGELMANN, B. Diversity and rights: a social choice-theoretic analysis of the possibility of public reason. Synthese. v. 197, n.2. 839-865, 2018.

GAUS, G. On the difficult virtue of minding one’s own business: Towards the political rehabilitation of Ebenezer Scrooge. Philosopher: A Magazine for Free Spirits, 5, 24–28, 1997.

GAUS, G. The order of public reason: A theory of freedom and morality in a diverse and bounded world. New York: Cambridge University Press, 2010.

MULDOON, R. Social contract theory for a diverse world: Beyond tolerance. New York: Routledge, 2016.

MULDOON, R. et al. Disagreement behind the veil of ignorance. Philosophical Studies, 170(3), 377–394, 2014.

RAWLS, J. A theory of justice. Boston: Belknap Press, 1971.

Downloads

Publicado

2021-10-29