Análise da alimentação complementar no bebê a partir dos seis meses de idade

Vanessa Félix Feitosa, Ana Talita da Cunha Ramos, Ana Emilia Nascimento, Janilson Avelino da Silva

Resumo


É definida como complementação alimentar o período no qual outros alimentos, sejam eles sólidos ou líquidos, são oferecidos a criança em adição ao leite materno a partir dos seis meses de idade.O presente estudo tem como objetivo revisar e analisar a iniciação correta da alimentação complementar em bebês a partir do 6º mês de idade.Escolheu-se realizar uma revisão integrativa.Foram incluídos estudos que apresentassem temática sobre a alimentação de bebês dos seis aos vinte e quatro meses de idade, trabalhos em português e em inglês, estudos publicados entre 2011 e 2016, utilizando o descritor “alimentação complementar” e “complementary feeding”. As bases de dados utilizadas foram: Medline/PubMed, Scielo e Lilacs. Foram encontrados 23 artigos utilizando os critérios adotados. Todos os estudos analisados mostram a importância da alimentação complementar de forma correta, iniciada a tempo que atendam as necessidades energéticas do bebê, destacando também os riscos da iniciação precoce.


Palavras-chave


Alimentação Complementar; Nutrição do Lactente; Desenvolvimento infantil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1807-0221.2017v14n25p95



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.