Política Nacional de Extensão Universitária: análise da experiência do Instituto de Ciências da Saúde da UFPA

Durbens Martins Nascimento, Cristina Frassinette Lima de Souza Souza

Resumo


Este estudo objetiva tratar sobre a extensão universitária, abordada a partir dos conceitos de universidade, organização, conhecimento e extensão. Busca-se com o presente trabalho verificar se os produtos gerados, por via de projetos, nas práticas extensionistas desenvolvidas pelo ICS/UFPA, cumprem as prerrogativas da Política Nacional de Extensão Universitária. Foram analisadas as práticas extensionistas do Instituto de Ciências da Saúde (ICS) da Universidade Federal do Pará (UFPA) à luz da Política Nacional de Extensão Universitária (PNEU), compreendida dentro da interação dialógica, da interdisciplinaridade e interprofissionalidade, da indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão, do impacto na formação do estudante e do impacto e transformação social, contemplada na Política de Extensão da UFPA. A metodologia da pesquisa seguiu uma abordagem quantitativa e qualitativa com aporte bibliográfico e documental. Selecionaram-se para análise deste estudo 80 projetos e 60 relatórios de extensão do ICS do ano de 2012. Os resultados revelaram que as prerrogativas da PNEU ficaram muito aquém de serem atingidas pelos produtos do ICS, quando se tratou de interdisciplinaridade e interprofissionalidade, indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão, e, impacto e transformação social. Além disso, foi encontrada pouca participação por parte dos docentes, discentes e técnico-administrativos do ICS em dita atividade. Concluiu-se que o modelo de extensão do ICS é assistencial, desenvolvido através de prestação de serviços. 


Palavras-chave


Política Nacional de Extensão Universitária; Extensão na UFPA; Bolsas de Extensão; Instituto de Ciências da Saúde

Texto completo:

PDF

Referências


NASCIMENTO, D. M.

SOUZA, Cristina Frassinette Lima de.




DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2017v14n26p23



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.