Saúde bucal na escola: uma experiência extensionista

Autores

  • Izabel do Rocio Costa Ferreira Universidade Federal do Paraná
  • Lucí Regina Panka Archegas Universidade Federal do Paraná
  • José Elmar Feger Universidade Federal do Paraná
  • Gabriela Amanda de Sousa Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2020v17n35p126

Palavras-chave:

Saúde bucal, Educação em saúde, Adolescência

Resumo

A educação em saúde é um dos eixos da Política Nacional de Saúde Bucal. O objetivo deste texto é descrever o Evento de Extensão Universitária Promoção de Saúde Bucal na Escola, realizado em outubro de 2018, que abordou temas como escovação, uso do fio dental e também a utilização de piercing labial e lingual, com discussão crítica e participativa de escolares de 12 a 14 anos de um colégio público estadual de Curitiba. O evento foi realizado no formato de aula expositiva dialogada por acadêmicos do Curso Técnico em Agente Comunitário de Saúde da Universidade Federal do Paraná. No instrumento avaliativo utilizou-se a mensuração de competências desmembradas em conhecimentos, habilidades e atitudes em relação aos temas abordados.  Verificaram-se atitudes positivas dos escolares em termos das competências avaliadas, porém, pouca modificação dos mesmos para discutir assuntos relacionados à saúde, indicando a necessidade de propiciar mais momentos como o aqui relatado.

 

Biografia do Autor

Izabel do Rocio Costa Ferreira, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1990); Especialização em Infecção Hospitalar pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2002); Especialização em Odontopediatria pela Universidade Federal do Paraná (2007); Mestrado Profissionalizante em Saúde e Gestão do Trabalho - Área de Concentração Saúde da Família pela Universidade do Vale do Itajaí (2007). Doutorado em Odontologia - Área de Concentração Saúde Coletiva pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2012). Atualmente é professora da Universidade Federal do Paraná - Setor de Educação Profissional e Tecnológica. 

Lucí Regina Panka Archegas, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal do Paraná (1990), Especialização em Endodontia pela Associação Brasileira de Odontologia EAP-ABO-PR (1996), Mestrado em Odontologia - Área de concentração em Dentística pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2005) e Doutorado em Odontologia - Área de concentração em Dentística pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2011). Atualmente é professora efetiva da Universidade Federal do Paraná. 

José Elmar Feger, Universidade Federal do Paraná

Graduado em Administração de Empresas pela Fundação Universidade do Contestado (1983), mestrado em Desenvolvimento Regional pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (2002) e doutorado em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz - UNISC, de Santa Cruz do Sul - RS (2010). Pós Doutorado no Departamento de Ciências Econômicas e Empresariais da UMA - Universidad de Málaga, Espanha (2017). Atualmente é professor da Universidade Federal do Paraná - UFPR atuando como professor permanente no Mestrado Acadêmico em Turismo vinculado a linha de pesquisa Organizações Turísticas Públicas e Privadas. 

Gabriela Amanda de Sousa, Universidade Federal do Paraná

Graduada em Odontologia pela Universidade Federal do Paraná. 

Referências

BRANDÃO, Hugo Pena. Competências no trabalho: uma análise da produção científica brasileira. Estudos de Psicologia, v. 12 (2), p. 149-158, 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. SB Brasil 2010: Pesquisa nacional de saúde bucal: resultados principais. 2012.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto alegre: Artmed, 2012.

DAVOGLIO, Rosane Silvia et al. Fatores associados a hábitos de saúde bucal e utilização de serviços odontológicos entre adolescentes. Cadernos de Saúde Pública, v. 25, p. 655-667, 2009.

EISENSTEIN, Evelyn. Adolescência: definições, conceitos e critérios. Adolescência e Saúde, v. 2, n. 2, p. 6-7, 2005.

FEGER, José Elmar; MOTTIN, Nicole. Avaliação por competência ingressantes e formandos. Relatório de Iniciação Científica. Setor de Educação Profissional e Tecnológica – SEPT. Universidade Federal do Paraná – UFPR. Curitiba-PR, 2015.

FEGER, José Elmar; CAMARGO, André. Avaliação da qualificação por competência mediante rubrica do gestor da qualidade. Relatório de Iniciação Científica. Setor de Educação Profissional e Tecnológica – SEPT. Universidade Federal do Paraná – UFPR, Curitiba-PR, 2015.

FEGER, J. E. ; JESUS, A. ; KUTZKE, A. R. ; BONDUELLE, A. F. ; PANANDRE, J. C. ; PRADO, A. G. ; ANTONIW, G. T. C. ; TONO, C. C. P. . Aplicação do Modelo de Avaliação de Serviços por Competências ao Projeto de Extensão Aprendendo Através do Computador e Internet. In: 8o. Congresso Brasileiro de Extensão Universitária, 2018, Natal : SEDIS-UFRN: José Correia Torres Neto, 2018. v. 2. p. 6340-6367.

FLEURY, Maria Tereza Leme; FLEURY, Afonso. Construindo o conceito de competência. Rev. adm. contemp., Curitiba , v. 5, n. spe, p. 183-196, 2001 .

FLORES, Gabriela de La Cruz; HERNÁNDEZ, Luis Felipe Abreu. Rúbricas, currículo y trabajo docente colaborativo: una experienciapráctica. Observar, n. 6, p. 31-48, 2012.

FRANÇOSO, Lucimar Aparecida; MAURO, Athenê Maria de Marco França. Manual de atenção à saúde do adolescente. In: Manual de atenção à saúde do adolescente. São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde, 2006.

FREDDO, Silvia Letícia et al. Hábitos de higiene bucal e utilização de serviços odontológicos em escolares de uma cidade da Região Sul do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 24, p. 1991-2000, 2008.

FREITAS, Isa Aparecida; BRANDÃO, Hugo Pena. Trilhas de aprendizagem como estratégia para o desenvolvimento de competências. In: ENANPAD, 29. Anais. Brasília: Anpad, 2005.

GIL. Antonio Carlos. Como elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 5ª ed., 2010.

GORDILLO, Juan Jesús Torres; RODRÍGUEZ, Víctor Hugo Perera. La rúbrica como instrumento pedagógico para latutorización y evaluación de losaprendizajesenel foro online eneducación superior. Pixel-Bit: Revista de medios y educación, n. 36, p. 141-149, 2010.

GORDILLO, Juan Jesús Torres; VÁZQUEZ, Eduardo Alejandro Herrero. Validez y Fiabilidad de La rubrica. 2014. Visualizado em http://pt.slideshare.net/ ipnm2010/validez-y-fiabilidad-de-la-rubrica. Acesso em 19 abr. 2016.

IPPOLITO-SHEPHERD, Josefa; CERQUEIRA Maria Teresa. Lasescuelas promotoras de lasaludenlas Américas: una iniciativa regional. FNA, a. 33, p. 19-26, 2003.

LOVELOCK, Christopher; WRIGHT, Lauren.Serviços: marketing e gestão. 6ª.ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

MATTAR, FauzeNajib. Pesquisa de Marketing: execução, análise.2 ed. São Paulo: Atlas, 1998.

MINAS GERAIS, Secretaria do Estado de Saúde. Atenção à Saúde do Adolescente. Belo Horizonte: SAS/MG, 2006.

RUZANY, Maria Helena. Atenção à saúde do adolescente: mudança de paradigma. In:Saúde do Adolescente: competências e habilidades. Ministério da Saúde, Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2008. (Série B. Textos Básicos de Saúde).

SAUPE, Rositaet al. Conceito de competência: validação por profissionais de saúde. Saúde em revista: Piracicaba, vol. 8, n.18. p. 31-37, jan. / abr. 2006.

SOUZA, Katyusha Madureira Loures de, SAMPAIO, L. A. C. ; SILVA, L. C. ; NINA, R. ; LEMOS, W. S. Competência: diferentes abordagens e interpretações como estímulo à Ciência da Informação. In: Anais…: Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias. São Paulo: CRUESP, 2008. v. XV.

SPINAK, Ernesto. Indicadores cienciométricos. Ciência da Informação, Brasília, v. 27, n. 2, p. 141-148, maio/ago.1998.

TORMAN, Vanessa; Bielefeld, Leoti; COSTER, Rodrigo; RIBOLDI, João. Normalidade de Variáveis: Métodos de Verificação e comparação de alguns testes não-paramétricos por simulação. Revista HCPA: Porto Alegre, 32 (2): 227/234, 2012.

Downloads

Publicado

2020-04-22