Fundação e implantação de uma liga acadêmica de enfermagem em cardiologia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2021.e73261

Palavras-chave:

Educação Superior, Enfermagem Cardiovascular, Relações Comunidade-Instituição

Resumo

Objetivo: Descrever o processo de fundação e implantação de uma liga acadêmica de enfermagem em cardiologia. Método: Trata-se de um relato de experiência acerca do processo de fundação e implantação da Liga de Enfermagem em Cardiologia de uma universidade pública no Ceará. Resultados: A Liga de Enfermagem em Cardiologia emerge do interesse pela cardiologia despertado por estudantes ao longo da graduação em enfermagem, visando proporcionar uma melhor formação profissional a seus integrantes; promover a integração entre acadêmicos e docentes, pesquisadores da saúde cardiovascular, serviço de saúde e população; com atividades no âmbito do tripé: ensino-pesquisa-extensão com vistas a contribuir com a sociedade na promoção da saúde cardiovascular. Conclusões: A criação da liga possibilitou aos acadêmicos autonomia, com aprofundamento em uma área não muito explorada pela grade curricular do curso, garantindo o desenvolvimento de competências, habilidades e atitudes de responsabilidade, liderança, execução do trabalho em equipe e gerenciamento frente a uma atividade extracurricular de ensino-pesquisa-extensão.

Biografia do Autor

Lucas Teixeira de Sousa Santos, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Estudante de graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Coordenador de secretaria e finanças da  Liga de Enfermagem em Cardiologia (LECARDIO). Bolsista do Programa de Iniciação Científica da UVA (PIBIT/CNPq/UVA). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Vulnerabilidade e Saúde (GEVS- CNPq)- Área Temática Saúde Cardiovascular.  

 

Kairo Cardoso da Frota, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Estudante de graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).  Coordenador Discente Geral da Liga de Enfermagem em Cardiologia (LECARDIO). Bolsista do Programa de Iniciação Científica da UVA (PIBC/CNPq/UVA). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Vulnerabilidade e Saúde (GEVS- CNPq)- Área Temática Saúde Cardiovascular. 

Keila Maria de Azevedo Ponte, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Enfermeira Doutora em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde pelo Programa de Pós Graduação Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde (PPCCLIS) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Mestre em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde pelo PPCCLIS-UECE. Especialista em Enfermagem Cardiovascular pela UECE. Graduada em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Professora Adjunta do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú em Sobral-Ceara. 

Ingrid Kelly Morais Oliveira, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Estudante de graduação em enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Membro da Liga de Enfermagem em Cardiologia (LECARDIO).

Fabiene Lima Parente, Universidade Estadual do Ceará

Mestre em Ensino na Saúde pela Universidade Estadual do Ceará. Especialista em Gestão em Serviços de Saúde e Auditoria pelo Instituto Executivo de Formação. Especialista em Enfermagem Cardiovascular pela Universidade Estadual do Ceará. Bacharel em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. Diretora de Enfermagem e Gestora da Qualidade do Hospital do Coração de Sobral e Coordenadora dos Cursos de Especialização na Área da Saúde do Instituto Lato Sensu. 

Referências

ANDREONI, S.; RANGEL, D. C.; BARRETO, G. C. B. G. S.; RODRIGUES, R.H.I.; ALVES, H.M.T.; PORTELA, L.A. O perfil das ligas acadêmicas de angiologia e cirurgia vascular e sua eficácia no ensino da especialidade. J. Vasc. Bras., Porto Alegre, v. 18, e20180063, fev.2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jvb/v18/1677-5449-jvb-18-e20180063.pdf. Acesso em: 29 fev. 2020

CAVALCANTE, A. S. P.; VASCONCELOS, M. I. O.; LIRA, G. V.; HENRIQUES, R. L. M.; ALBUQUERQUE, I. N. M.; MACIEL, G. P.; RIBEIRO, G. P.; GOMES, D. F. As ligas acadêmicas na área da saúde: lacunas do conhecimento na produção científica brasileira. Rev. Brasileira de educação médica, Brasília, v.42, n.1, p. 194-204, jan/mar. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S010055022018000100199&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 20 mai. 2020.

GURGEL, S.S.; TAVEIRA, G.P.; MATIAS, E.O.; PINHEIRO, P.N.C.; VIEIRA, N.F.C.; LIMA, F.E.T. Jogos educativos: recursos didáticos utilizados na monitoria de educação em saúde. REME – Rev Min Enferm, Belo Horizonte, v.21, e-1016, jun 2017. Disponível em: http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/1152. Acesso em: 11 abr. 2020.

HAMAMOTO FILHO, P.T. Ligas Acadêmicas: motivações e críticas a propósito de um repensar necessário. Ensaio • Rev. bras. educ. med., v. 35, n. 4, dez 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/RcH7qnHW8tnC6hvM8kJGHWb/?lang=pt. Acesso em: 20 abr. 2020.

MARQUES, A. C. F.; ROGRIGUES, C. S.; SANTOS, J. A. D.; BRANT, L.C.; SANT'ANA, L.N.M.; NOGUEIRA, H.S.; MEDEIROS, E.E.C.; TELES, C.B. Liga acadêmica de cardiologia: instrumento de formação em medicina. Revista Intercâmbio, Minas Gerais, v. 7, p. 496-503, 2016. Disponível em: http://www.intercambio.unimontes.br/index.php/intercambio/article/view/121/109. Acesso em: 20 mai. 2020.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (BR), Resolução CNE/CNS Nº3 de 7 de novembro de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem [Internet]. Brasília: Ministério da Educação; 2001.

OKAMOTO, K. M.; BENASSI, G.; PILATTI, L. D. S.; SCHEIDT, B. J.; LUZ, B. Z.; SANTOS, THERENCY. K.; BOTH, A. S.; COSTA, M. A. C. Liga acadêmica de clínica e cirurgia cardíaca: relato de experiência. Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, v. 15, n. 30, p. 56-65, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/extensio/article/view/1807-0221.2018v15n30p56/37778. Acesso em: 20 mai. 2020.

OLIVEIRA, C. T.; SANTOS, A. S.; DIAS, A. C. G. Percepções de Estudantes Universitários sobre a Realização de Atividades Extracurriculares na Graduação, Psicologia Ciência e Profissão, Brasília, v. 36, n. 4, p.864-876, out./dez. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v36n4/1982-3703-pcp-36-4-0864.pdf. Acesso em: 20 mai. 2020

PONTES, S.; TORREÃO, L. Influência da participação de estudantes em ligas acadêmicas na escolha da especialidade para o programa de residência médica da Bahia 2017. Revista de Medicina, São Paulo, v. 98, n. 3, p. 160-167, 22 jul. 2019. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revistadc/article/view/155902/154512. Acesso em: 20 mai. 2020.

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Hospital do Coração. Disponível em: http://www.stacasa.com.br/hospital-do-coracao-de-sobral-2/. Acesso em: 20 mai. 2020.

SIQUEIRA, A. S. E.; SIQUEIRA-FILHO, A. G.; LAND, M. G. P. Análise do Impacto Econômico das Doenças Cardiovasculares nos Últimos Cinco Anos no Brasil, Arq. Bras. Cardiol., São Paulo, v. 1, n. 109, p.39.46, julho. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abc/v109n1/pt_0066-782X-abc-20170068.pdf. Acesso em: 19 mai. 2020.

YANG, G. Y. H. Y.; BRAGA, A. C. B.; HIPÓLITO, N. C.; VIEIRA, K.S.T.; PESSANHA, C.G.; ABRANTES, F.G.; PEREIRA, P.S.; CORRÊA, C.L. Liga de Anatomia Aplicada (LAA): as Múltiplas Perspectivas sobre Participar de uma Liga Acadêmica. Rev. bras. educ. med., Brasília, v. 43, n. 1, p. 80-86, Mar. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v43n1/1981-5271-rbem-43-1-0080.pdf. Acesso em: 15 fev. 2020.

Downloads

Publicado

2021-12-16