V Semana do Cérebro da UENP: autocrítica com base no feedback

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2021.e77403

Palavras-chave:

Neurociências, Extensão Universitária, Divulgação Neurocientífica

Resumo

O presente relato de extensão universitária visa apresentar a V Semana Nacional do Cérebro da UENP, focando no perfil da comunidade atingida pela ação. Essa ação ocorreu entre os dias 27 e 29 de março de 2019 e envolveu palestras sobre Neurociências com foco na saúde mental, pesquisas laboratoriais e inovações tecnológicas na área. Como meio de divulgação, utilizou-se mídias online. Os ouvintes se inscreveram via Google Forms. Como resultado, 358 pessoas se inscreveram, sendo que 256 pessoas estiveram presentes no primeiro dia, 255 no segundo e 60 no terceiro dia do evento (no bar, com lotação limitada). Apesar de ser uma ação extensionista, 90% dos ouvintes eram estudantes de graduação, mas que não necessariamente são da área de Neurociência, o que demonstra que o evento ainda está restrito ao ambiente acadêmico. Desse modo, para atingir a comunidade para além dos muros da universidade, é necessário repensar no formato desse tipo de ação extensionista, desde a divulgação, até a execução.

Biografia do Autor

Ohana Turcato Macacare, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

Mestrado em andamento pelo Programa de Pós-graduação em Neurologia e Neurociências do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Millena Lana Correia de Carvalho, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Dicente de Ciências Biológicas do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Pollyanna Ferreira de Moura, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Dicente de Ciências Biológicas do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Ellen Mayara Souza Cruz, Universidade Estadual de Londrina

Mestrado em andamento pelo Programa de Pós-graduação em Patologia Experimental do Departamento de Ciências Patológicas da Universidade Estadual de Londrina.

Roberta Ekuni, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Professora Adjunta na Universidade Estadual do Norte do Paraná, docente do Programa de Mestrado em Educação. Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá; Mestre em Ciências e Doutora em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo com período sanduíche no Memory Lab na Washington University in St. Louis.

Referências

ABI‐RACHED, J. M. The implications of the new brain sciences. EMBO reports, v. 9, n. 12, p. 1158-1162, 2008.

BARRETO, J. M. Introdução às redes neurais artificiais. Florianópolis: Ufsc, 2002.

BRANDÃO, M. L.; GRAEFF, F. G. Neurobiologia dos transtornos mentais. São Paulo: Editora Atheneu, 2014.

BUCK, C. H. et al. II Semana Nacional do Cérebro (ISNC/2013): popularizando as neurociências. Neurociências, v. 10, n. 2, p. 73-84, 2014.

BUCK, C. H. et al. Semana Nacional do Cérebro 2014: grandes eventos em foco. Neurociências •, v. 12, n. 1, p. 4–20, 2016.

CESÁRIO, R. C. et al. IV SEMANA DO CÉREBRO: A Neurociência Vai A Universidade E Ao Bar. CATAVENTOS-Revista de Extensão da Universidade de Cruz Alta, v. 11, n. 2, p. 11–24, 2019.

COELHO, G. C. O papel pedagógico da Extensão Universitária. Em Extensão, v. 13, n. 2, p. 11-24, 2014.

EKMAN, P. A linguagem das emoções. São Paulo: Lua de Papel, 2011.

EKMAN, P. Darwin, deception, and facial expression. Annals of the New York Academy of Sciences, v. 1000, n. 1, p. 205-221, 2003.

EKUNI, R. et al. Projeto de Extensão “Grupo de Estudos em Neurociência”: divulgando neurociência e despertando vocações. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v.5, n. 2, p. 55-59, 2014.

FERNANDES, T. et al. A Extensão Universitária Como Elo Fundamental Para Troca De Saberes E Resgate Cultural Em Espaços Não-Formais. Raízes E Rumos, v. 4, n. 1, p. 3, 2016.

FERRACIOLI, L. et al. Festival Pint of Science e Inclusão Cultural: A Ciência na Conversa de Bar. Revista Guará, v. 6, n. 10, 2019.

FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS. FORPROEX. Política Nacional de Extensão Universitária. Manaus: [s.n.]. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/2012-07-13PoliticaNacional-de-Extensao.pdf. Acesso em: 10 nov. 2019.

GONZAGA, L. L.; SILVEIRA, J. R. A.; LANNES, D. Ciência fora dos muros da universidade: o caso do Pint of science na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Ciência e Cultura, v. 69, n. 3, p. 56-59, 2017.

JUNIOR, C. A. P. Sobre a importância do corpo para a continuidade do ser. Revista Mal-Estar e Subjetividade, v. 8, n. 4, p. 927-958, 2008.

KANDEL et al. Princípios de Neurociências. 5. ed. AMGH Editora, 2014. p. 938-969.

LEWANDOWSKY, S.; ECKER, U. K. H.; COOK, J. Beyond Misinformation: Understanding and Coping with the “Post-Truth” Era. Journal of Applied Research in Memory and Cognition, v. 6, n. 4, p. 353–369, 2017.

MACACARE, O. T. et al. Semana do cérebro: divulgando a neurociência e integrando ensino, pesquisa e extensão. Expressa Extensão, v. 23, n. 3, p. 52-65. 2018.

MARIQUITO, M. T.; OTOMURA, F. H.; EKUNI, R. NeuroMovies: ensinando neurociência pelas lentes dos filmes. Atos de Pesquisa em Educação (FURB), 2019 – no prelo.

MARTINS, A.; MELLO-CARPES, P. B. A proposal for undergraduate students’ inclusion in brain awareness week: promoting interest in curricular neuroscience components. Journal of Undergraduate Neuroscience Education, v. 13, n. 1, p. A41, 2014.

MELLO-CARPES, P. B.; LLORET, A. Women in (neuro) science: report of a meeting held at the University of Valencia, Spain, in February 2018. Advances in Physiology Education, v. 42, p. 668-671. 2018.

NOGUEIRA, M. D. P. O Fórum de Pró-reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras: um ator social em construção. Interfaces-Revista de Extensão da UFMG, v. 1, n. 1, p. 35-47, 2013.

OECD - Organization for Economic Cooperation and Development. 2002. Learning Seen from a Neuroscientific Approach. OECD Publications Service, Paris. http://browse. oecdbookshop.org/oecd/pdfs/product/9102021e.pdf

PALIARIN, F.; INCROCCI, R. M; NOBRE, M. J. Behavioral and Auditory Electrophysiological Rebound as a Compensatory Response to the Reinforcing Effects of Morphine. Neuroscience, v. 392, p. 66-76, 2018.

PAUL, P.; MOTSKIN M. Engaging the public with your research. Trends in immunology, v. 37, n. 4, p. 268-271, 2016.

PELUSO, M. A. M.; ANDRADE, L. H. S. G. Atividade física e saúde mental: a associação entre exercício e humor. Clinics, v. 60, n. 1, p. 61-70, 2005.

PONTES, N. Science in new spaces. Brazilian Dental Science, v. 22, n. 3, p. 295-296, 2019.

ROBINSON, M. T. et al. The first pint of science festival in Asia. Science Communication, v. 39, n. 6, p. 810-820, 2017.

SIEGEL, S. Drug tolerance, drug addiction, and drug anticipation. Current Directions in psychological science, v. 14, n. 6, p. 296-300, 2005.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEUROCIÊNCIAS E COMPORTAMENTO SBNEC. Semana do Cérebro. Disponível em: http://www.sbnec.org.br/site/texto.php?id_texto=9. Acesso em: 10 nov. 2019.

VARGAS, L. S. et al. Conhecendo o sistema nervoso: ações de divulgação e popularização da neurociência junto a estudantes da rede pública de educação básica. Ciências & Cognição, v. 19, n. 2, p. 233-241, 2014.

VENTURA, D. F. Um retrato da área de neurociência e comportamento no Brasil. Psicologia: teoria e pesquisa, p. 123-130, 2010.

WEISS, F. Neurobiology of craving, conditioned reward and relapse. Current opinion in pharmacology, v. 5, n. 1, p. 9-19, 2005.

Downloads

Publicado

2021-08-26