Áreas de urbanização especial: as possibilidade e os entraves na implementação de novos instrumentos de planejamento urbano em Florianópolis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-5230.2021.e74516

Palavras-chave:

Preservação ambiental, Centralidades urbanas, Planos diretores, Instrumentos urbanísticos, Planejamento Urbano, Florianópolis/SC

Resumo

As Áreas de Urbanização Especial (AUEs) são um zoneamento previsto no Plano Diretor de Florianópolis de 2014 onde a intenção de preservação ambiental alia-se ao adensamento e à criação de novas centralidades. Em uma cidade polinucleada e com diversos ecossistemas frágeis, as AUEs apresentam potencial para o desenvolvimento urbano. Entretanto, a partir da análise do Plano Diretor e levantamento de dados quantitativos e qualitativos, este trabalho aponta dificuldades na formulação e aplicação deste zoneamento. Enquanto a legislação é indefinida sobre os benefícios e as contrapartidas esperadas, o número de AUEs indicadas e suas localizações demonstram a dificuldade de equacionar os interesses presentes, configurando-se atualmente como áreas “congeladas” e com futuro incerto.

Biografia do Autor

Marina Toneli Siqueira, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina.

Arquiteta-Urbanista pela Universidade Federal de Santa Catarina; Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo; Doutora em Urban Planning and Policy pela University of Illinois at Chicago.

Carolina Silva e Lima Schleder

Arquiteta-Urbanista pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Isabella Magnanti

Arquiteta-Urbanista pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

BASSUL, J. R. Reforma urbana e Estatuto da Cidade. EURE (Santiago), Santiago, v. 28, n. 84, 133-144, 2002.

BÓRGES, S. F. Características hidrquímicas do aqúífero freático do Balneário Campeche, ilha de Santa Catarina-SC. 1996. 81 f. Dissertação (Mestrado em Geografia). Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1996.

CAMPOS, N. J. Terras comunais na Ilha de Santa Catarina. Florianópolis: Editora da UFSC/ Fundação Catarinense de Cultura Edições, 1991. 162p.

CUNHA, Luis Felipe. A esfera pública e o Plano Diretor Participativo de Florianópolis. 2013. 181 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Geografia, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/122922. Acesso em: 17 jun. 2020.

IGOR, Renato. Proposta de mudança no Plano Diretor de Florianópolis provoca reações. Florianópolis: NSC Total, 19 de janeiro de 2021. Disponível em: https://www.nsctotal.com.br/colunistas/renato-igor/proposta-de-mudanca-no-plano-diretor-de-florianopolis-provoca-reacoes.

INSTITUTO DE PLANEJAMENTO URBANO DE FLORIANÓPOLIS (IPUF). Formação Natural. Florianópolis, p.32. Disponível em: https://parquemunicipalmacicodacosteira.files.wordpress.com/2010/05/atlas_ipuf.pdf. Acesso em: 01 novembro de 2018.

LUNGO, M.; SMOLKA, M. Macroproyectos urbanos: desafíos para las ciudades latinoamericanas. Land Line Newsletter, Lincoln Institute, v. 14, n. 4, 2002.

LUNGO, M.; SMOLKA, M. Land value and large urban projects: the Latin American experience. Land Line Newsletter, Lincoln Institute, v. 17, n. 1, 2005.

MARICATO, E. As ideias fora do lugar e o lugar fora das idéias: planejamento urbano no Brasil. In: Arantes, Otília; Vainer, Carlos; Maricato, Ermínia, orgs. A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 121-192, 2000.

NÓR, S. Paisagem e lugar como referências culturais: Ribeirão da Ilha - Florianópolis. 2010. 231 f. Tese (Doutorado em Geografia). Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

PAIVA, E.; RIBEIRO, D.; GRAEFF, E. Florianópolis: Plano Diretor. Porto Alegre: Imprensa Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, 1952.

PELUSO JÚNIOR, V. A. Aspectos geográficos de Santa Catarina. Florianópolis: Fundação Catarinense de Cultura Edições/Editora da UFSC, 1991.

PEREIRA, E. A importação de conceitos modernistas no planejamento urbano de Florianópolis. In: VI Seminário de História da Cidade e do Urbanismo, 2000, Natal. Anais do VI Seminário de História da Cidade e do Urbanismo, 2000.

PEREIRA, N. V.; PEREIRA, F. V.; NETO, W. J. S. Ribeirão da Ilha - Vida e Retratos: Um distrito em destaque. Florianópolis: FFC, 1990.

PIMENTA, M. C. A. (org.). Florianópolis do outro lado do espelho. Florianópolis: Editora da UFSC, 2005.

PMF - Prefeitura Municipal de Florianópolis. Lei Complementar n. 482, de 17 de janeiro de 2014. Disponível em: http://planodiretorflorianopolis.webflow.io/. Acesso em 12 de novembro de 2014.

PMF - Prefeitura Municipal de Florianópolis. Decreto n. 21.688, de 26 de junho de 2020. Disponível em: http://www.pmf.sc.gov.br/arquivos/diario/pdf/26_06_2020_19.27.29.e8756ff08a66cca5e166a235d6097e38.pdf.

PMF - Prefeitura Municipal de Florianópolis. Decreto n. 21.974, de 11 de setembro de 2020. Disponível em: http://www.pmf.sc.gov.br/arquivos/diario/pdf/11_09_2020_20.49.07.46255ed5228fb100c089b3b5ddfadc9b.pdf.

REDAÇÃO ND. Vereadores rejeitam projeto para alterar plano diretor de Florianópolis. Florianópolis: 27 de janeiro de 2021. Disponível em: https://ndmais.com.br/politica-sc/camara-projeto-plano-diretor-florianopolis/.

REIS, A. F. Permanências e transformações no espaço costeiro: formas e processos de crescimento turístico na Ilha de Santa Catarina. 2002. 287 f. Tese (Doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

RIZZO, P. M. B. Do urbanismo ao planejamento urbano: utopia e ideologia: caso de Florianópolis, 1950 a 1990. 119 f. 1993. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1993.

RIZZO, P. M. B. O planejamento urbano no contexto da globalização: caso do Plano Diretor do Campeche em Florianópolis-SC. Tese (Doutorado em Geografia) – Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

SABOYA, R. PD Florianópolis: crônica de uma morte anunciada. Disponível em: http://urbanidades.arq.br/2010/04/pd-florianopolis-cronica-de-uma-morte-anunciada/. Acesso em: 25/10/2018.

SIQUEIRA, M. Entre a prática e o discurso: a formação de espaços simbólicos na Florianópolis contemporânea. Dissertação (mestrado). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – USP, São Paulo, 2008.

SIQUEIRA, M. Entre o fundamental e o contingente: dimensões da gentrificação contemporânea nas operações urbanas em São Paulo. Cadernos Metrópole, v. 16, n. 32, 391-415, 2014.

SIQUEIRA, M; CHAVES, L.; GONÇALVES, A. O desafio da participação popular no planejamento urbano brasileiro: o caso do Plano Diretor de Florianópolis. Revista Brasileira de Direito Urbanístico, ano 6, n. 11, p. 37-61, 2020.

SUGAI, M. I. As intervenções viárias e as transformações do espaço urbano: a via de contorno norte-ilha. Dissertação (mestrado). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – USP, São Paulo, 1994.

SANTOS Jr., O.; MONTANDON, D. (Orgs.). Planos diretores municipais pós Estatuto da Cidade: balanço crítico e perspectivas. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2011.

VEIGA, E. V. Florianópolis: memória urbana. Florianópolis: Editora da UFSC/Fundação Catarinense de Cultura Edições, 1993.

VILLAÇA, F. Uma contribuição para a história do planejamento urbano no Brasil. In: Deák, Csaba; Schiffer, Sueli Ramos, orgs. O processo de urbanização no Brasil. São Paulo: Edusp, 2004.

Downloads

Publicado

2021-12-13