ANÁLISE DO FLUXO DE CONHECIMENTO NO NÍVEL DOS INDIVÍDUOS EM COLABORAÇÕES UNIVERSIDADE-INDÚSTRIA

Conteúdo do artigo principal

Pedro Henrique Teshima Shioga
José Daniel Biasoli de Mello
Cristiano Binder
Aloisio Nelmo Klein

Resumo

Objetivo: Caracterizar o fluxo de conhecimento em colaborações universidade-indústria, no nível dos indivíduos, identificando os fatores que facilitam e dificultam o fluxo.
Design/Metodologia/Abordagem: O estudo investiga o fenômeno a partir de uma perspectiva qualitativa, por meio de entrevistas semi-estruturadas e análise temática.
Resultados: Apresentou-se uma representação para descrever o fluxo do conhecimento em colaborações universidade-indústria, no nível dos pesquisadores, como um processo iterativo em níveis e etapas. Identificou-se que um dos componentes chave para o fluxo são as interações entre pesquisadores de diferentes níveis e que disponibilidade, distância, contexto e a atuação de intermediadores influenciam a realização destas interações.
Originalidade/Valor: Poucos estudos analisam o fluxo de conhecimento no nível dos indivíduos (micro nível). O trabalho evidenciou a importância da análise de fluxo de conhecimento no micro nível, mostrando aos gestores de colaboração universidade-indústria que é fundamental garantir a participação dos diferentes pesquisadores nos vários níveis de interação.

Detalhes do artigo

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Pedro Henrique Teshima Shioga, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Engenharia de Materiais
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

José Daniel Biasoli de Mello, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Metalurgia
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Cristiano Binder, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Ciência e Engenharia de Materiais
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Aloisio Nelmo Klein, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)