Patrimônio: Reassentamento compulsório e turismo. Um estudo comparativo sobre Federación (Argentina) e Itá (Brasil)

Autores

  • Maria José Reis Universidade do Vale do Itajaí
  • Maria Rosa Catullo Universidad Nacional de La Plata, Argentina
  • Alicia Norma Gonzalez Castells Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Relocalização urbana, Patrimônio, Turismo

Resumo

O presente texto analisa comparativamente as experiências vivenciadas pelas populações urbanas de Federación (Província de Entre Rios, Argentina) e de Itá (Estado de Sta.Catarina, Brasil), que foram relocalizadas para a instalação, respectivamente, da represa binacional Argentina-uruguaia de Salto Grande e da represa brasileira de Itá. Seu foco central é o modo como diferentes atores sociais representam e lidam, nestas cidades relocadas, com parte de seu patrimônio tangível e intangível relativo aos antigos assentamentos e tradições urbanas, anteriores à inundação decorrente da instalação das referidas represas, sobretudo a partir de projetos de exploração turística em elaboração ou em execução em ambas as cidades”.

Biografia do Autor

Maria José Reis, Universidade do Vale do Itajaí

Possui graduação em História Bacharelado e Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (1967), mestrado em Ciências Sociais (Arqueologia) pela Universidade de São Paulo (1980) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1998). Atualmente é professor aposentado e voluntário da Universidade Federal de Santa Catarina e professor titular da Universidade do Vale do Itajaí. Tem experiência na área de Antropologia, em diferentes temáticas, com ênfase em Antropologia Rural e políticas públicas de patrimônio cultural, e do Ensino de História, no que diz respeito a aspectos socioculturais.

Alicia Norma Gonzalez Castells, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Arquitectura y Urbanismo pela Universidad Nacional de La Plata (1975) , mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina (1987) , doutorado em Interdisciplinar em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001) e pós-doutorado pela Universidade de Buenos Aires (2009) . Atualmente é Professor Adjunto IV da Universidade Federal de Santa Catarina e Membro de corpo editorial da Ilha. Revista de Antropologia (Florianópolis). Tem experiência na área de Antropologia , com ênfase em Antropologia Urbana. Atuando principalmente nos seguintes temas: Habitat, Assentamentos da Reforma Agrária, Performance.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Edição

Seção

Artigos