Publicidade e manipulação de identidade étnica: a imagem do japão e dos imigrantes japoneses no Brasil

Autores

  • João Baptista Borges Pereira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8034.2008v10n1p245

Palavras-chave:

Nipo brasileiros, Publicidade, Etnicidade

Resumo

Com base em relatono elaborado por uma equipe de investigadores brasileiros e japoneses o artigo discute como a imagem do Japao e do japonês e divulgada na America Latina principalmente no Brasil onde empresas japonesas estiveram mteressadas em produzir a dissociação entre uma imagem do japones como imigrante russei ou same geralmente associado a ruralidade e ao arcaismo e a do Japão tecnologicamente avançado prospero e moderno. As mensagens pubhatanas tendo em vista a conquista do mercado latino americano utilizam se de estrategias para garantir uma imagem de um Japão associado a alta tecnologia modernidade e prospendade Dentre algumas estrategias e para atingir seus objetivos a publicidade brasileira permite pelo menos duas leituras a que admite a pluralidade do japonês passando por cima de valores basicos do ethos ou da etmadade nipônica decalcados — na pratica e na retonca — no zeloso cultivo da ideia da monorracialidade da nação A que reafirma por outro lado a ideia geradora da pratica social histórica e atual — de que os japoneses são apenas os que nasceram e cresceram em solo patrio.

Biografia do Autor

João Baptista Borges Pereira, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade de São Paulo (1958), mestrado em Antropologia pela Universidade de São Paulo (1964) e doutorado em Antropologia pela Universidade de São Paulo (1966). É professor emérito da Universidade de São Paulo; professor titular e vice-coordenador do curso de pós-graduação em Ciências da Religião da Universidade Presbiteriana Mackenzie e presidente da Comissão Permanente de Políticas Públicas para a População Negra, da USP. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia, atuando principalmente nos seguintes temas: imigração, negros, política, questão racial e educação.

Downloads

Publicado

2008-08-16

Edição

Seção

Ética e Interculturalidade