Estudo taxonômico das diatomáceas (Bacillariophyceae) coletadas no Arroio do Faxinal (Sanga da Água Boa), Torres, Rio Grande do Sul, Brasil

Roselane Laudares-Silva

Resumo


Este trabalho é o resultado do estudo taxonômico das diatomáceas do Arroio do Faxina1 (Sanga da Água Boa), situado no município de Torres, litoral do Rio Grande do Sul, Brasil. Realizaram-se coletas durante 13 meses consecutivos, de novembro de 1979 a novembro de 1980, em 4 estações previamente demarcadas. Foram identificados 141 táxons distribuidos, em 24 gêneros e 8 famílias, dos quais 31 são citações novas para o Estado. Para cada táxon infragenérico, foram indicados: a obra original em que foi descrito, o basônimo (com o respectivo local de descrição), as obras nas quais a identificação foi baseada, a descrição, a variação métrica encontrada, comentários referentes à taxonomia e nomenclatura, e o material examinado. Para cada gênero, fez-se uma descricão e uma chave artificial para a determinaçao de suas espécies, variedade e formas, encontradas no arroio.

Palavras-chave


diatomáceas de água doce-taxonomia; Eunotia; Pinnularia; Naviculaceae

Texto completo:

PDF


Insula - Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Botânica - Centro de Ciências Biológicas - Campos Universitário - Trindade - CEP 88040-900 - Florianópolis - SC – Brasil.

ISSN print 0101-9554
ISSNe 2178-4574