Diatomáceas no trato digestivo de três espécies de camarão da pesca artesanal marinha - Santa Catarina - Brasil

Roseli Maria de Souza-Mosimann, Gil Felício-Fernandes, Roselane Laudares-Silva, Luciano Felício-Fernandes

Resumo


Artemesia longinaris Bate; Pleoticus muellerii Bate e Trachypenaeus constrictus Stimpson são espécies importantes na pesca artesanal marinha na Baía de Tijucas (27°13' 30"S - 27°17'54"S e 48°30'36"E - 48°32'24"W). O material para análise qualitativa das diatomáceas no trato espécies de camarão estudadas foi obtido a partir de sub-amostragens de arrastos comerciais no local. Foram identificados 44 táxons infra-genericos distribuídos em 14 famílias. Coscinodiscaceae foi a família melhor representada com 25% do total de táxons identificados. Coscinodiscus wailesii Gran & Angst é citado pela primeira vez para o Estado de Santa Catarina. Do total de táxons infra-genéricos 17,7% são comuns às três espécies de camarão estudadas; 73,3% ocorrentes em A. longinaris, 48,8% em P. muellerii e 31,1% em T. constrictus.

Palavras-chave


Diatomáceas marinhas - Bacillariophyceae - Trato digestivo de camarões.

Texto completo:

PDF/A


Insula - Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Botânica - Centro de Ciências Biológicas - Campos Universitário - Trindade - CEP 88040-900 - Florianópolis - SC – Brasil.

ISSN print 0101-9554
ISSNe 2178-4574