Floração de algas: composição, causas e conseqüências

Lezilda Carvalho Torgan

Resumo


O presente trabalho apresenta uma revisão da ocorrência de florações algais mencionadas para o Brasil. São registradas no total 49 casos e 34 distintos taxons, pertencentes as divisões CHLOROPHYTA, CHRYSOPHYTA, CYANOPHYTA e DINOPHYTA. Os organismos mais comuns são Anabaena circinalis Rabh. ex Born et Flah., A. spiroides Kleb var. crassa Lemm., Microcystis aeruginosa Kütz., Asterionella japonica Cleve et Müller ex Gran e Trichodesmium erythraeum Ehr. Sao analisados e comentados a composição e causas dos fenômenos, bem como suas conseqüências nos ambientes dulciaquícola, estuarino e marinho.

Palavras-chave


Ficologia; floração de algas; fitoplâncton; água doce; estuário; ambiente marinho.

Texto completo:

PDF/A


Insula - Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Botânica - Centro de Ciências Biológicas - Campos Universitário - Trindade - CEP 88040-900 - Florianópolis - SC – Brasil.

ISSN print 0101-9554
ISSNe 2178-4574