As repercussões da violência de gênero nas trajetórias educacionais de mulheres

Autores

  • Ana Carolina Cerveira Tavares Instituto Federal do Maranhão
  • Inez Sampaio Nery Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.1590/1414-49802016.00200009

Palavras-chave:

Gênero, Violência contra Mulheres, Narrativas de Vida, Trajetórias Educacionais

Resumo

O objetivo do artigo é descrever as expressões da violência de gênero vivenciadas por alunas do PROEJA do IFMA, Campus Codó, Maranhão, e analisar as repercussões desta violência nas suas trajetórias escolares. É um estudo descritivo de natureza qualitativa, adotando a narrativa e a entrevista em profundidade como técnica para construção dos dados. Discorre sobre a violação do direito à educação, os diversos determinantes da violência de gênero e, posteriormente, apresenta os resultados da pesquisa no que se refere às condições sociais de pobreza na infância e adolescência, e as expressões da violência conjugal na trajetória educacional das mulheres.

Biografia do Autor

Ana Carolina Cerveira Tavares, Instituto Federal do Maranhão

Assistente Social do Instituto Federal do Maranhão - IFMA. Mestre em Políticas Públicas da UFPI. Atua na área de educação e relações de gênero.

Inez Sampaio Nery, Universidade Federal do Piauí

Enfermeira. Doutora e Livre Docente. Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre o Processo de Cuidar Humano e Enfermagem - NEPECHE. Professora Associada III, membro efetivo do PPGENF e Políticas Públicas/UFPI.

Downloads

Publicado

2016-11-17

Edição

Seção

Pesquisas aplicadas