Gênese social e atualidade dos processos de inferiorização da mulher em Marx, Engels e Lukács

Ronaldo Vielmi Fortes

Resumo


O artigo resgata por meio de lineamentos gerais as considerações de Marx e Engels acerca do problema da gênese da inferiorização da mulher na sociedade, tomando por base as reflexões postas por György Lukács em sua obra Para uma ontologia do ser social. A partir dessas considerações procura-se demonstrar os limites da emancipação política e econômica da mulher na contemporaneidade, no intuito de explicitar em que medida a luta pela superação do estranhamento da mulher pode vir a corresponder aos princípios marxianos da emancipação humana.


Palavras-chave


Marxismo e feminismo; Emancipação feminina; Estranhamento da mulher

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.1590/1982-02592018v21n3p441

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.