Emancipação política e a luta pelo direito à cidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-02592019v22n1p191

Palavras-chave:

Questão urbana, Capitalismo dependente, Direito à cidade, Emancipação política

Resumo

O presente texto busca apreender o solo histórico onde se processa a luta pelo direito à cidade no Brasil e os limites postos por estas determinações histórico-estruturais à emancipação política da cidade. Trata-se de um trabalho de natureza teórica que, por meio de uma revisão bibliográfica, procurou construir uma interlocução com importantes teóricos da formação social brasileira, a fim de elucidar os entraves e os desafios à plena materialização do direito à cidade em um país de capitalismo de natureza dependente, como o Brasil. Como resultado compreendemos que a luta anticapitalista torna-se vital para a materialização real de cidades mais democráticas, justas e sustentáveis, uma vez que a luta urbana deve ter como horizonte, além da conquista de sua emancipação política – fundamental em sociedades desiguais como a brasileira – a adoção de uma direção crítica socialmente referenciada nas necessidades da classe trabalhadora para a construção de uma nova ordem societária.

Biografia do Autor

Ada Kallyne Sousa Lopes, Universidade de Brasília, Brasília, Distrito Federal

Mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Doutoranda em Política Social pela Universidade de Brasília (UnB).

Downloads

Publicado

2019-04-25