Análise das políticas para o trabalho no Brasil: como Marx pode contribuir?

Alexandre Aranha Arbia

Resumo


O presente artigo procura, partindo da análise marxiana sobre a legislação fabril inglesa do século XIX, demonstrar como uma abordagem concreta da política para o trabalho no Brasil pode se inspirar nas determinações explicitadas no Livro I d’O Capital. Para tanto, percorre da normatização varguista à desregulamentação selvagem de Temer, demonstrando sumariamente os vínculos entre a acumulação de capital e as políticas de Estado para o trabalho no Brasil.


Palavras-chave


O Capital; Acumulação de capital no Brasil; Regulamentação político-jurídica do trabalho no Brasil; Marx

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)


DOI: https://doi.org/10.1590/1982-02592019v22n1p36

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.