Assistência social na realidade municipal: o SUAS e a prevalência do conservadorismo

Autores

  • Maísa Miralva da Silva Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC- Goiás)

DOI:

https://doi.org/10.1590/%25x

Palavras-chave:

Assistência social, SUAS, Município e conservadorismo

Resumo

Este artigo pretende apresentar a concepção da política de assistência social que prevalece em três municípios goianos, os mais populosos, de economia mais desenvolvida e com maior produto interno bruto, entre 2011 e 2012. Foram analisados relatórios e planos de gestão, projetos e registros profissionais de cada unidade pública de atendimento da política nesses municípios, relativos aos anos de 2008 a 2012. Como principal resultado, registre-se que os avanços dos últimos anos nessa área, ainda não superaram o conservadorismo na sua compreensão e operacionalização.

 

Biografia do Autor

Maísa Miralva da Silva, Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC- Goiás)

Doutorado em Política Social pela Universidade de Brasília (UnB)
Professora do curso de Graduação e do Mestrado em Serviço Social na Pontifícia Universidade Católica de
Goiás (PUC- Goiás)

Downloads

Publicado

2015-11-23