Antonio Gramsci e a crítica da cultura: intelectuais, política e classes subalternas

Daniela Xavier Haj Mussi

Resumo


O artigo explora a pesquisa realizada por Gramsci nos Cadernos do Cárcere sobre a crítica da cultura, em particular a crítica literária. Mostra o desenvolvimento deste tema nos escritos da prisão a partir da reflexão sobre o lugar dos intelectuais italianos no contexto nacional do século 19. Evidencia duas interpretações desenvolvidas por Francesco De Sanctis e Benedetto Croce. Assinala a proposição original que o marxista sardo desenvolve para a crítica literária e cultura, tentando combinar a reflexão sobre os problemas do desenvolvimento de uma perspectiva popular para o problema da cultura e o elemento artístico.


Palavras-chave


Classes subalternas; Intelectuais; Crítica da cultura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1414-49802017.00100007

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.