O Serviço Social ambiental: compromisso com os objetivos do desenvolvimento sustentável e a defesa do meio ambiente enquanto direito humano

Autores

Palavras-chave:

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, Direitos Humanos, Serviço Social ambiental, Economia circular, Modelo Donut

Resumo

A crise ecológica que vivemos afeta negativamente o planeta e aumenta as ameaças para todas as formas de vida que o habitam. O serviço social tem nos espaços socioambientais um importante, crescente e desafiador campo de intervenção. Para este elo entre o serviço social e o meio ambiente são necessários novos conhecimentos intelectuais e culturais, novas e múltiplas proposições e intervenções, e o compromisso de não ficar à margem das discussões e ações que necessita, para intervir e promover uma abordagem ecossocial ativa, baseada na economia circular e alinhada com os Objetivos do desenvolvimento sustentável e os direitos humanos. O modelo Donut permite uma análise sistêmica e holísticas dos problemas e dificuldades que os profissionais têm pela frente, mas também, permite refletir sobre os desafios e oportunidades que se colocam aos assistentes sociais numa época de incertezas e riscos sociais aumentados.

Biografia do Autor

Eduardo José da Silva Tomé Marques, Universidade dos Açores- faculdade de ciências sociais e humanas UAC, Portugal.

Doutorado pela Universidade Complutense de Madrid, 2016. PhD | DOCTOR EUROPEU - “CUM LAUDE” (Social Work). Professor da Universidade dos Açores - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas UAC, Portugal. Investigador do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade dos Açores, Embaixador do Pacto Europeu para o Clima da Comissão Europeia.

Adriana Regina Vettorazzi Schmitt, IFSC - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia - PROFEPT.

Doutoranda em Educação do PPGEDU URI. Mestre pelo Programa de Pós-graduação Federal em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT). Graduação em Serviço Social pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC - 2009). Assistente social no Instituto Federal de Santa Catarina campus de São Miguel do Oeste (IFSC).

Referências

ATTENBOROUGH, D. Uma Vida no Nosso Planeta. O meu testemunho e a minha visão para o futuro. Lisboa: Temas e Debates, 2020.

AVILA, M. R. R.. MATTEDI, M. A.. SILVA, M. S. da. Serviço Social e Desastres: campo para o conhecimento e a atuação profissional. Serviço Social e Sociedade. no. 129 São Paulo May/Aug. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-66282017000200343&script=sci_arttext>. Acesso em: 19 fev. 2021.

BOSSELMANN, K. Direitos humanos, ambiente e sustentabilidade. Revista CEDOUA, Coimbra. v.8 n.21 p. 9 – 38, jan. 2008. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14195/2182-2387_21_1. Acesso em: 10 fev. 2021.

CFESS. Resolução CFESS n. 273/93. Institui o Código de Ética Profissional dos Assistentes Sociais. Brasília: CFESS, 1993.

DOMINELLI, L. Green social work – from environmental crises to environmental justice. Polity Press, Cambridge, 2012.

DOMINELLI, L. NIKKU, B. R. KU, Hok, B. Green social work in theory and practice from: The Routledge Handbook of Green Social Work. Routledge, London. (Eds. 1) 2018.

ECOLOGY AND SOCIETY. Planetary Boundaries: Exploring the Safe Operating Space for Humanity. Art. 32. E&S Home > Vol. 14, No. 2 . 2009. Disponível em: https://www.ecologyandsociety.org/vol14/iss2/art32/ Acesso em: 21 fev. 2021.

EICHLER, G. SCHWARZ, E. J. What Sustainable Development Goals Do Social Innovations Address? A Systematic Review and Content Analysis of Social Innovation Literature. Sustainability, 2019, p. 11 - 522. Disponível em: https://www.mdpi.com/2071-1050/11/2/522 Acesso em: 09 fev. 2021.

HERRSTRÖM, E. H. Press Release – Global Agenda For Social Work And Social Development. October 2020. Disponível em: http://www.icsw.org/images/docs/News/2020_11/Global_Agenda_2020_-_Press_Release.pdf Acesso em: 15 fev. 2021.

IBGE - OBSERVATÓRIO DAS DESIGUALDADES. A quantas anda a desigualdade de rendimentos no Brasil? 2020, p.11- 26. Disponível em: http://observatoriodesigualdades.fjp.mg.gov.br/?p=1413. Acesso em: 21 fev. 2021.

IDOWU, S. SCHMIDPETER, R. ZU, L. The Future of the UN Sustainable Development Goals. Business Perspectives for Global Development in 2030. Springer Nature, Cham. (Eds. 1) 2020.

JAFRY, T. Routledge Handbook of Climate Justice. Routledge, Oxon. (Ed.) 2019.

JAYASOORIA, D. Sustainable Development Goals and Social Work: Opportunities and Challenges for Social Work Practice in Malaysia. Journal of Human Rights and Social Work volume 1, 2006, p. 19–29. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s41134-016-0007-y Acesso em: 01 fev. 2021.

JOHANSEN, B E. Climate change: an encyclopedia of science, society, and solutions. ABC-CLIO, Santa Barbara, California, 2017.

KNOX, J. H. PEJAN, R. The Human Right to a Healthy Environment. Cambridge University Press, Cambridge, (Eds) 2018.

MARQUES, E. Serviço Social Azul: contributo para um desenvolvimento comunitário ecológico de base local. O trabalho artístico, social e ambiental de Jason de Caires Taylor. Espacios Transnacionales, Migrantes y Migración, Año 3, número 6, enero-junio 2016.

MARQUES, E. Pacheco, J. Blue Social Work and Atlantic Museum: a successful case study of what can be done to achieve a sustainable future. Espacios Transnacionales, Comunidad, ecología, emergencia climática, coronavirus, v. 8, n. 15, jul./dez.2020.

MOORE, J. W. Anthropocene or Capitalocene? Nature, History, and the Crisis of Capitalism. PM Press, Oakland, (Ed) 2016.

NAÇÕES UNIDAS. 217 (III) A, Paris, art. 25, 1948. Disponível em: http://www.un.org/en/universal-declaration-human-rights/. Acesso em 21 fev. 2021.

NUNES, L. S. A questão socioambiental e a atuação do assistente social. Textos & Contextos (Porto Alegre), v. 12, n. 1, p. 196-212, jan./jun.2013.

PEETERS, J. The place of social work in sustainable development: Towards ecosocial practice. International journal of social welfare, 2012a. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1468-2397.2011.00856.x. Acesso em: 05 fev 2021)

PEETERS, J. Social work and sustainable development: towards a Social – ecological practice model. Journal of Social Intervention: Theory and Practice. v. 21, Issue 3, p. 5–26, 2012b.

PERMAN, R. MA, Y. COMMON, M. MADDISON, D. MCGILVRAY, J. Natural resource and environmental economics. Pearson Education Limited, Essex. 4th ed. 2011.

RAWORTH, K. Doughnut economics - Seven Ways to Think Like a 21st-Century Economist. Random House Business Books, London, 2017.

ROCKSTRÖM, J. “Bounding the Planetary Future: Why We Need a Great Transition,” Great Transition Initiative, 2015. Disponível em: https://greattransition.org/publication/bounding-the-planetary-future-why-we-need-a-great-transition. Acesso em 27 jan. 2021.

SCHMITZ, C. L. MATYÓK, T. SLOAN, L. M. JAMES, C. The relationship between social work and environmental sustainability: Implications for interdisciplinary practice. International journal of social welfare. 2012 Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/j.1468-2397.2011.00855.x. Acesso em 01 jan 2021.

SPOSATI, A. Pobreza e desigualdade no século do desperdício. ICSW 2006. In: 32nd international conference of social walfare. Disponível em: http://icsw.org/images/docs/Events/2006_Brazil/17_07_PDF/aldaiza_sposati.pdf. Acesso em: 21 fev.

Downloads

Publicado

2021-09-28