O conceito de vontade coletiva em Gramsci

Autores

  • Carlos Nelson Coutinho UFRJ - Rio de Janeiro - RJ

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1414-49802009000100005

Palavras-chave:

Volontà collettiva, Volontà generale, Egemonia, Vontade coletiva, Vontade geral, hegemonia, Collective will, General will, Hegemony

Resumo

O artigo discute o papel central da vontade na construção de uma ordem social e política no pensamento de Antonio Gramsci. Apresenta as reflexões do pensador italiano tanto nos escritos pré-carcerários quanto nos Cadernos do cárcere, evidenciando as aproximações entre o seu conceito de “vontade coletiva” e o de “vontade geral” de Rousseau. Aborda a ênfase conferida por Gramsci à vontade coletiva como “elemento” da democracia. Conclui, indicando que o conceito de “vontade coletiva”, elaborado por Gramsci nos Cadernos, está estritamente ligado ao de “reforma intelectual e moral”, ou seja, à questão da hegemonia.

 

Biografia do Autor

Carlos Nelson Coutinho, UFRJ - Rio de Janeiro - RJ

possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (1965). Atualmente é Livre-docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Ciência Política com ênfase em Teoria Política.

Downloads

Publicado

2009-01-01